Info

Maioria dos autarcas favoráveis à regionalização a curto prazo

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 12 fev (Lusa) - Mais de dois terços dos autarcas são favoráveis à regionalização a curto prazo, uma opinião transversal a todos os partidos políticos, segundo um estudo hoje divulgado.

O inquérito sobre a "Organização do Estado e as competências dos municípios" foi realizado pelo ISCTE -- Instituto Universitário de Lisboa e foi apresentado no "Fórum Políticas Públicas 2019 -- Desenvolvimento, Descentralização e Poder Local", que hoje decorre na Assembleia da República.

De acordo com o estudo, 77% dos autarcas quer a criação de regiões administrativas no curto prazo e 84% destes defendem regiões administrativas com órgãos próprios eleitos diretamente.

"Os concelhos de natureza rural refugiam-se na resposta neutra, mas os autarcas metropolitanos convergem na ideia de que as áreas metropolitanas deviam ter um Governo próprio eleito por sufrágio", sublinhou Raul Lopes, do ISCTE, que apresentou os resultados.

Segundo os resultados, 83% dos autarcas das áreas metropolitanas defendem a criação de um governo metropolitano, eleito por sufrágio.

Os resultados do inquérito sublinham que "a regionalização é uma ambição transpartidária", com 100% dos autarcas da CDU a defenderem a criação de regiões administrativas a curto prazo, assim como 85% dos autarcas socialistas, 67% dos autarcas do PSD e 67 dos autarcas centristas.

No que respeita à origem regional dos autarcas, "a regionalização é uma ambição que se sobrepõe aos desequilíbrios regionais de desenvolvimento", com 70% dos autarcas das regiões autónomas a defenderem a criação das regiões administrativas, assim como 80% dos autarcas do interior e 75% dos autarcas do litoral.

O estudo foi realizado junto de autarcas de municípios e de freguesias e teve uma amostra representativa próxima da distribuição real, tendo em conta a representatividade partidária, a dimensão dos concelhos e a distribuição geográfica.

RCS // MLS

Lusa/Fim

+ notícias: Política

Presidente pede mobilização contra aumento dos crimes de violência

 Presidente da República defendeu hoje que nenhuma vítima de crime se deve sentir sozinha ou esquecida, referindo que o "brutal aumento da violência doméstica" divulgado nas últimas semanas exige uma mobilização e mudança da sociedade.

PS acusa autarca de Amarante de má gestão. Câmara nega e justifica

O PS acusa o autarca de Amarante de má gestão e de levar as contas da autarquia 'ao vermelho'. Em causa está um empréstimo de 1,5 milhões de euros sendo que a Câmara diz que o dinheiro se destina a 30 projetos e investimentos que estão em curso.

Governo vai contratar mil funcionários para as escolas

O Ministério da Educação vai contratar mais mil funcionários para as escolas e criar uma bolsa que permita aos diretores substituir trabalhadores que estejam de baixa médica, duas medidas aplaudidas pelos diretores escolares.

Atualizado 22-02-2019 14:03

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.