Info

PE aprova novo Mecanismo Europeu de Proteção Civil

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Estrasburgo, França, 12 fev (Lusa) - O Parlamento Europeu (PE) aprovou hoje por ampla maioria o novo Mecanismo Europeu de Proteção Civil, que reforça a capacidade da União Europeia (UE) em matéria de prevenção e resposta a catástrofes, como incêndios florestais e inundações.

A legislação relativa ao novo Mecanismo Europeu de Proteção Civil, aprovada em plenário por 620 votos a favor, 22 contra e 35 abstenções, prevê a criação de uma reserva de ativos a nível europeu para responder a catástrofes, incluindo aviões de combate aos incêndios florestais, bombas de água especiais, equipas de busca e salvamento em meio urbano, hospitais de campanha e equipas médicas de emergência.

Aqueles meios irão complementar os recursos nacionais e serão geridos a nível da UE.

A UE irá ainda intensificar o apoio aos Estados-Membros para melhorarem a gestão dos riscos e para reforçarem as medidas nacionais existentes, através de ações como o envio de missões de peritos, um mecanismo de consulta e a criação de uma Rede Europeia de Conhecimentos sobre Proteção Civil.

A decisão hoje aprovada pelo PE já foi acordada com os Estados-Membros, faltando apenas a sua aprovação pelo Conselho e publicação no Jornal Oficial da UE para que possa entrar em vigor.

A iniciativa de reforçar a proteção civil da UE foi apresentada pela Comissão Europeia em 23 de novembro de 2017, na sequência dos incêndios florestais de 2017 no sul da Europa, e em particular em Portugal, onde morreram mais de 100 pessoas, para "fazer face a catástrofes naturais cada vez mais complexas e frequentes".

AMG // FPA

Lusa/fim

+ notícias: Mundo

Termina sequestro em autocarro no Rio de Janeiro, suspeito morto pela polícia

O sequestro dos passageiros de um autocarro na ponte que liga a cidade brasileira do Rio de Janeiro e Niterói terminou cerca das 09h00 locais (13h00 em Lisboa) com a morte do suspeito, informou a Polícia Militar.

Twitter bane propaganda dos 'media' controlados pelo Estado após suspender contas associadas à China

A rede social Twitter informou esta terça-feira que não aceitará mais "propaganda de órgãos de imprensa controlados pelo Estado", condenando comportamentos "manipuladores", depois de anunciar que suspendeu quase mil contas associadas ao regime chinês.

Quatro mil pessoas retiradas de casa devido a incêndio na Grã Canária, Espanha

Um incêndio florestal que lavra desde sábado em Valleseco, na ilha espanhola Grã Canária, obrigou à retirada de quatro mil pessoas de 40 localidades, informou este domingo o presidente do Governo das Ilhas Canárias.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.