Info

UE envia dois peritos mas não uma missão de observação

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Bruxelas, 12 fev (Lusa) -- A União Europeia (UE) vai enviar uma missão de dois peritos às eleições legislativas na Guiné-Bissau e não uma de observação eleitoral, conforme solicitado pelas autoridades do país, disse hoje à Lusa fonte comunitária.

Em 26 de setembro último, a UE recebeu um convite do primeiro-ministro guineense, Aristides Gomes, para enviar uma missão de peritos às legislativas de 10 de março, tendo Bruxelas decidido enviar dois membros, que partem para o país no próximo dia 18.

Os dois peritos independentes irão fazer uma avaliação técnica geral das várias etapas do processo eleitoral, segundo a mesma fonte, e reunir-se-ão com as autoridades responsáveis pelo processo eleitoral, pelo judiciário, partidos políticos e candidatos e ainda com organizações da sociedade civil.

Os enviados da UE manterão uma posição imparcial, não intervirão no processo eleitoral e não farão qualquer declaração ou comentário público sobre as eleições.

IG // VM

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Estado Islâmico reivindica autoria dos atentados no Sri Lanka

O grupo 'jihadista' Estado Islâmico reivindicou hoje a autoria dos atentados suicidas no Sri Lanka contra igrejas e hotéis de luxo, que causaram no domingo a morte de mais de 300 pessoas.

Dados oficiais elevam para 207 número de mortos nas explosões no Sri Lanka

O balanço do número de mortos da série de explosões esta manhã em quatro hotéis, três igrejas e um complexo residencial no Sri Lanka é agora de 207 vítimas e 450 feridos, segundo dados oficiais.

Um português entre os mortos nas explosões no Sri Lanka

A cônsul de Portugal em Colombo, Preenie Pine, disse hoje à Lusa que existe um português entre as vítimas mortais das explosões que ocorreram em três igrejas e três hotéis no Sri Lanka.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.