Info

Greve: Intimação contra requisição civil já foi entregue no tribunal

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 11 fev (Lusa) -- O Sindicato Democrático dos Enfermeiros (Sindepor) entregou hoje a intimação para a proteção de direitos, liberdades e garantias da classe, contestando a requisição civil decretada pelo Governo, avançou à Lusa o advogado Garcia Pereira.

Segundo Garcia Pereira, a intimação foi entregue no Supremo Tribunal Administrativo perto das 16:00.

Em declarações à agência Lusa, o advogado mostrou-se preocupado com o facto de se estarem "a forjar fundamentos e protestos para justificar a requisição civil" no âmbito da greve cirúrgica dos enfermeiros, ou até "novas requisições civis".

"Estão a alargar intencionalmente os programas cirúrgicos numa dimensão que em condições normais não podem ser cumpridos. Estão a ligar às pessoas a dizer que tem intervenção marcada quando esta não é possível", acusou.

FC/HN // PMC

Lusa/Fim

+ notícias: Política

Presidente pede mobilização contra aumento dos crimes de violência

 Presidente da República defendeu hoje que nenhuma vítima de crime se deve sentir sozinha ou esquecida, referindo que o "brutal aumento da violência doméstica" divulgado nas últimas semanas exige uma mobilização e mudança da sociedade.

PS acusa autarca de Amarante de má gestão. Câmara nega e justifica

O PS acusa o autarca de Amarante de má gestão e de levar as contas da autarquia 'ao vermelho'. Em causa está um empréstimo de 1,5 milhões de euros sendo que a Câmara diz que o dinheiro se destina a 30 projetos e investimentos que estão em curso.

Governo vai contratar mil funcionários para as escolas

O Ministério da Educação vai contratar mais mil funcionários para as escolas e criar uma bolsa que permita aos diretores substituir trabalhadores que estejam de baixa médica, duas medidas aplaudidas pelos diretores escolares.

Atualizado 22-02-2019 14:03

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.