Info

Suspeitos de tráfico de droga detidos pela GNR do Porto ficam em prisão preventiva

Suspeitos de tráfico de droga detidos pela GNR do Porto ficam em prisão preventiva
| Norte
Porto Canal com Lusa

O Comando Territorial da GNR do Porto anunciou este sábado a detenção de dois homens suspeitos do crime de tráfico de droga, nos concelhos da Maia e de Valongo, tendo-lhes apreendido 1.274 doses de haxixe.

Em comunicado, a GNR esclarece que os detidos já foram presentes ao Tribunal Judicial da Maia, na sexta-feira, que decretou a prisão preventiva para os dois homens, de 43 e 52 anos.

A GNR refere que a investigação por tráfico de droga decorreu durante oito meses.

Os militares deram cumprimento a dois mandados de busca domiciliária, dos quais resultou também a apreensão de quatro telemóveis, dois bastões extensíveis, uma soqueira, um par de algemas, três veículos (dois ligeiros e um motociclo), material utilizado para o corte e embalamento do produto estupefaciente e 8.465 euros.

Esta ação desenvolvida pelo Núcleo de Investigação Criminal de Matosinhos contou ainda com o empenhamento de militares da Secção de Informações e Investigação Criminal do Porto.

+ notícias: Norte

Afetados pela queda da grua no centro do Porto falam em "má fiscalização". Empresa nega

A empresa que instalou as duas gruas que caíram nos últimos dois meses no Porto vai apresentar uma queixa-crime contra o Sindicato da Construção de Portugal. A Somirav garante que o equipamento foi objeto de inspeção.

Corpo encontrado em elevado estado de decomposição numa casa devoluta no Porto

Foi encontrado esta quarta-feira de manhã o corpo de um homem em elevado estado de decomposição numa casa devoluta localizada na freguesia de Areosa, no Porto, apurou o Porto Canal com fonte da Polícia de Segurança Pública (PSP) do Porto.

Atualizado 24-04-2019 16:33

Administração do hospital de Gaia afasta “cenário caótico” apesar da polémica com o presidente

O conselho de administração do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho (CHVNGE) afastou, esta quarta-feira, qualquer "cenário caótico" vivido na instituição depois da polémica renuncia ao cargo de presidente de António Alves Dias e da 'nega' de Vitor Herdeiro, tal como noticiou o Porto Canal.

Atualizado 24-04-2019 18:47

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.