Info

Kelechi: "Temos de nos manter focados"

| FC Porto
Porto Canal com fcporto.pt

Com sete vitórias e dois empates nos últimos nove jogos, o FC Porto B desloca-se ao Estádio Municipal do Fontelo para defrontar o Académico de Viseu na 21.ª jornada da Ledman LigaPro. Na antevisão da partida, que se disputa no próximo sábado (11h00, Sport TV), o médio Kelechi desvalorizou a posição do adversário na tabela e afirmou que o mais importante é os Dragões continuarem a “jogar como equipa”. O FC Porto B segue na sexta posição, com 31 pontos, enquanto o Académico de Viseu é 17.º e penúltimo classificado, com 20.

Bom futebol e bons resultados
“Temos estado muito bem e nos últimos nove jogos não perdemos, pelo que se pode dizer que a equipa atravessa um bom momento. Temos de nos manter focados e continuar a trabalhar como até aqui, de forma a continuarmos a jogar bem e a fazer bons resultados. Jogar como equipa é o mais importante.”

Melhorias nos dois lados do campo
“Melhorámos muito a nível defensivo, mas também temos feito bastantes golos. No próximo jogo não pode ser diferente. Vamos defrontar uma equipa que está no fundo da tabela, mas temos o máximo respeito pelo nosso adversário. Vamos procurar impor o nosso jogo e dar tudo para conseguir mais três pontos.”

+ notícias: FC Porto

Samuel Caldeira foi o melhor portista na terceira etapa da Volta à Turquia

Samuel Caldeira foi o melhor ciclista da W52-FC Porto na 3.ª etapa da Volta à Turquia, realizada esta quinta-feira, entre Çanakkale e Edremit, terminando na 19.ª posição. O algarvio cumpriu os 122,6 quilómetros em 2h50m12s, o mesmo tempo que o vencedor da etapa, Fabio Jakobsen (Deceuninck – Quick-Step), numa chegada ao sprint.

"Vamos entrar com tudo para o resto da segunda fase"

Depois de vencer o Benfica fora de portas (79-84), na 5.ª jornada da 2ª fase da Liga Portuguesa de Basquetebol, o FC Porto enfrenta nova deslocação, desta vez aos Açores, para defrontar o Lusitânia.

Herrera: "Acho que foi um resultado injusto, não merecíamos perder em casa desta maneira"

"Sofremos bastante nas transições, deixamos muitos espaços e fomos mais desorganizados, o que é normal porque estávamos a tentar recuperar de um resultado praticamente impossível e tentar deixar uma boa imagem. A verdade é que a nível pessoal termino tranquilo, estou muito orgulhoso em pertencer a esta equipa e a esta instituição e agora é pensar no campeonato e na final da taça que aí vem. Acho que foi um resultado injusto, não merecíamos perder em casa desta maneira, mas foi assim e agora não há nada a fazer. Fizemos um jogo impressionante, muito agressivo. Penso que se tivéssemos marcado um golo antes deles o jogo tinha tido outro rumo. Se entrarmos assim com esta mentalidade no campeonato estou convencido de que vamos ser felizes no final. Os adeptos têm sido incríveis, o apoio que nos dão em cada jogo é espetacular e nós temos de absorver esta energia positiva que eles nos dão e ser mais fortes".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.