Info

Autarquia de Gaia vai lançar campanha contra violência de adeptos nos escalões de formação

| Norte
Porto Canal com Lusa

A Câmara de Vila Nova de Gaia vai promover uma reunião com clubes, juntas e freguesia, associações de pais e agrupamentos escolares sobre a violência em jogos de formação e lançar uma campanha de sensibilização, foi esta segunda-feira anunciado.

Atualizado 06-02-2019 11:26

"É inacreditável e inaceitável que fim de semana após fim de semana aconteçam distúrbios em jogos de miúdos. Os recintos desportivos públicos não são ringues de boxe. Isto é no futebol, mas também em outras modalidades e generalizado. Não interessa apontar clubes, não os quero estigmatizar. As famílias, porque pagam a formação dos filhos, acham que eles têm de ser imediatamente Cristianos Ronaldos", disse o presidente da Câmara de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues.

O tema foi levantado no período antes da ordem do dia de uma reunião camarária que esta tarde decorreu em Arcozelo, quando o vereador do desporto, José Guilherme Aguiar, avançou que quer promover uma "reunião urgente" com clubes e outros agentes.

O autarca descreveu acontecimentos no último fim de semana, um deles num jogo de sub-13, que obrigou a intervenção policial.

"Isto já tem de ser repudiado nos seniores, quanto mais em escalões de formação. Atribuímos milhares de euros aos clubes e fazemos contratos programa para melhoria de equipamentos. Os clubes têm de saber, ainda que muitas vezes não tenham culpa, que perdem o direito a apoios se estas situações continuarem", disse Guilherme Aguiar.

Os casos apontados pelo vereador referem-se ao Avintes-Grijó (em sub-23) que terminou com a vitória do Grijó por 4-0 e o Vila-Canelas (seniores) que o emblema visitante venceu por 3-0.

Já à margem da reunião, Eduardo Vítor Rodrigues contou aos jornalistas que "tem sido prática comum colocar grades a separar adeptos em jogos de escalões de formação" no Parque da Lavandeira, algo que o "preocupa" pelo "exemplo futuro".

O presidente da Câmara avançou que além da reunião que, disse, "deve decorrer na próxima semana", o Município vai lançar uma campanha de sensibilização que decorrerá "pelo menos" ao longo de três fins de semana em campos de futebol e pavilhões desportivos.

+ notícias: Norte

População de freguesia de Lamego queixa-se de descargas poluentes no rio Neto

A população de Cambres, em Lamego, queixa-se de descargas constantes feitas no rio Neto alegadamente por uma unidade industrial. Os habitantes locais dizem que as águas estão cada vez mais poluídas e que é cada vez mais difícil suportar o mau cheiro. A Câmara Municipal de Lamego confirma o agravamento da situação e garante que todos os casos têm sido comunicados às autoridades competentes.

Mesão Frio sem combustível há três dias

Os efeitos da greve dos motoristas de matérias perigosas faz-se sentir em Mesão Frio. O único posto de abastecimento da vila está sem combustiveis desde segunda feira e a população desespera para conseguir manter a normalidade dos serviços.

Perfurações em pedreira obriga ao corte de estrada 'vital' para a população em Guimarães

As perfurações ocorridas numa pedreira em Airão Santa Maria, Guimarães, obrigaram ao encerramento de uma estrada que a população diz ser vital para a mobilidade na freguesia. A autarquia alega razões de segurança.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.