Info

Mulher que tentou raptar recém-nascido no hospital São João fica em prisão preventiva

| Norte
Porto Canal com Lusa

O Tribunal de Instrução Criminal do Porto decretou esta segunda-feira prisão preventiva para a mulher suspeita de tentar raptar um recém-nascido no Hospital de São João.

Atualizado 05-02-2019 11:26

A suspeita, que dado a “gravidade da situação” esteve até hoje detida na PSP, chegou ao TIC cerca das 10:00, mas só durante a tarde é que foi ouvida, tendo ficado acusada de sequestro qualificado na forma tentada.

À saída do tribunal, o advogado da mulher não quis prestar declarações aos jornalistas.

No sábado, ao princípio da noite, uma mulher envergando uma bata de profissional de saúde tentou raptar um recém-nascido do berçário do Hospital de São João.

Contactada domingo pela agência Lusa, uma fonte do Comando Metropolitano da PSP do Porto adiantou que a mulher, de 48 anos, entrou no quarto onde estava o bebé e familiares.

A mulher "chegou a pegar na criança ao colo", mas o pai estranhou a situação e decidiu chamar a polícia às 19:22 de sábado, tendo a suspeita acabado por ficar detida, disse a mesma fonte da PSP.

Também no domingo, o Hospital de São João revelou que vai abrir um inquérito interno para “esclarecimento completo” da tentativa de rapto de um recém-nascido na maternidade daquela unidade, avançou hoje à Lusa fonte da instituição.

Já hoje, em comunicado, o hospital garantiu que todas as crianças internadas no Serviço de Obstetrícia têm uma pulseira eletrónica “permanentemente ativa”.

“Todos os recém-nascidos no Serviço de Obstetrícia têm uma pulseira eletrónica que dispara o alarme sempre que a criança sai fora de um perímetro predefinido no interior do serviço”, disse o hospital.

+ notícias: Norte

Autoridades investigam morte de homem em Chaves

Um homem foi encontrado morto num edifício em Chaves, distrito de Vila Real, estando as autoridades a investigar as circunstâncias da ocorrência, disse à Lusa fonte da GNR.

Vitor Herdeiro já não vai ser o novo presidente do Centro Hospitalar Gaia/ Espinho

O nome de Vítor Herdeiro está envolvido em polémica no que toca à nomeação para novo presidente da administração do Centro Hospitalar Gaia/ Espinho, como tinha noticiado o Porto Canal no dia 2 de abril deste ano, visto que o gestor já não vai ser o novo presidente daquela instituição.

Crianças em contentores no Hospital de São João vão para edifício principal em junho

O Centro Hospitalar Universitário de São João, no Porto, avançou hoje à Lusa que as crianças internadas em contentores serão transferidas para o edifício principal no próximo mês de junho.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.