Info

GNR apreende 85 kg de pescada branca com medida abaixo da norma

| País
Porto Canal com Lusa

Figueira da Foz, 12 jan (Lusa) -- A Unidade de Controlo Costeiro da Guarda Nacional Republicana (GNR) apreendeu, na lota da Figueira da Foz, 85 quilos de pescada branca com menos de 27 centímetros, medida mínima obrigatória para a sua captura.

Em comunicado, a GNR explica que, na operação desenvolvida na quinta-feira pelo Subdestacamento de Controlo Costeiro da Figueira da Foz, foram ainda apreendidos 60 quilos de raia curva sem ter sido sujeita ao regime de 1ª venda em lota, ou seja, fuga à lota.

As apreensões surgem no âmbito de um conjunto de ações de fiscalização destinadas ao controlo do cumprimento das normas que regem a captura, desembarque, transporte e comercialização de pescado fresco.

A GNR alerta que a principal medida de gestão do pescado é o respeito das medidas mínimas de captura, cujo objetivo é melhorar a rentabilidade potencial do recurso.

Nesta ação foi identificado um homem, de 51 anos, e elaborado o respetivo auto contraordenação.

O pescado, após ser sujeito a inspeção higiossanitária, foi entregue a duas instituições de solidariedade social da região.

GC // FPA

Lusa/Fim

+ notícias: País

Sete escolas superiores, três delas no Norte, com ordem de encerramento por falta de acreditação

Sete escolas superiores, três delas localizadas no Norte do país, chumbaram na avaliação da agência de acreditação do ensino superior e têm ordem de encerramento compulsivo, mas algumas vão poder manter-se abertas até aos atuais alunos concluírem os cursos, adiantou esta terça-feira a tutela.

Polícia espanhola entrega à PJ português que terá sequestrado filha menor em Braga

A Polícia Nacional espanhola de Vigo entregou à Polícia Judiciária do Porto um pai português alvo de um mandado europeu de detenção e que alegadamente sequestrou a filha de 10 anos em Braga, há dois meses.

Fogo em Vila de Rei e Mação dominado em 90%, evolução com "reservas" devido ao vento

O fogo que lavra desde sábado em Vila de Rei (Castelo Branco) e Mação (Santarém) mantém-se dominado em 90%, existindo ainda zonas "muito quentes", sendo as próximas horas encaradas "com muita reserva", disse esta segunda-feira a proteção civil.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.