Info

GNR detém dois homens por furto de tabaco em Tondela

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 12 jan (Lusa) -- A GNR deteve na sexta-feira dois homens na localidade de Caparrosa, concelho de Tondela, por furto de tabaco e dinheiro em postos de abastecimento de combustível no valor de mais de 25 mil euros, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a GNR adianta que devido à ocorrência de alguns furtos em postos de abastecimento de combustível, foi realizada uma operação de vigilância na qual os militares apanharam em flagrante delito os suspeitos na posse de cerca de 40 maços de tabaco.

Os dois homens, de 18 e 27 anos, são suspeitos de terem efetuado mais de 30 furtos em lojas de conveniência, de postos de abastecimento de combustível, no distrito de Viseu, entre setembro de 2018 e este mês, tendo como 'modus operandi' atuar encapuzados e arrombar as portas durante a noite, estimando a GNR que tenham conseguido furtar mais de 25 mil euros em tabaco.

Os suspeitos, com antecedentes criminais por furtos e tráfico de droga, encontram-se detidos nas instalações da GNR e serão hoje presentes a tribunal para primeiro interrogatório judicial.

CC // FPA

Lusa/fim

+ notícias: País

Liga dos Bombeiros diz que negociações vão continuar apesar da promulgação da orgânica da Proteção Civil

O presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Jaime Marta Soares, considerou esta segunda-feira que a promulgação da Lei Orgânica da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) "não põe em causa o continuar das negociações" com o Governo.

Advogados de Rui Pinto recorrem da prisão preventiva

Os advogados de Rui Pinto, colaborador do 'Football Leaks', confirmaram esta segunda-feira que vão recorrer da medida de prisão preventiva aplicada sexta-feira ao seu cliente pelo Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa.

Ministério Público acusa Rosa Grilo e António Joaquim da morte do triatleta Luís Grilo

O Ministério Público (MP) no Tribunal de Vila Franca de Xira acusou esta segunda-feira formalmente Rosa Grilo e António Joaquim do homicídio do triatleta Luís Grilo, marido da arguida, morto em julho do ano passado com uma arma de fogo.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.