Info

Estado vai na quarta-feira aos mercados para financiar-se até 1.750ME

| Economia
Porto Canal com Lusa

Lisboa,11 jan (Lusa) - A Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) vai realizar na próxima quarta-feira duas emissões de dívida de curto prazo para se financiar entre 1.500 milhões e 1.750 milhões de euros.

Segundo a informação hoje divulgada pelo IGCP, serão realizados "dois leilões das linhas de BT [Bilhetes do Tesouro] com maturidades em 19 de julho de 2019 e 17 de janeiro de 2020".

A agência que gere o Tesouro público quer arrecadar entre 1.500 milhões e 1.750 milhões de euros.

Na quarta-feira, o IGCP realizou um leilão de Obrigações do Tesouro a 10 anos, no valor de 4 mil milhões de euros, numa operação que contou com um sindicato bancário.

As necessidades de financiamento líquidas do Estado para este ano deverão situar-se em cerca de 8,6 mil milhões de euros.

IM // CSJ

Lusa/fim

+ notícias: Economia

Contribuintes que ganham mais de mil euros continuam a reter IRS a mais

A atualização das tabelas de retenção para 2019 continua a não refletir integralmente o alargamento dos escalões do IRS de 2018 para a generalidade dos trabalhadores e pensionistas com rendimento a partir de mil euros, segundo os cálculos da PwC.

Preço das casas sobe 4,3% na zona euro no 3.º trimestre e em Portugal quase o dobro

O preço homólogo das casas aumentou 4,3% tanto na zona euro quanto na União Europeia (UE) no terceiro trimestre de 2018, com Portugal a registar uma subida de quase o dobro da média (8,5%), segundo o Eurostat.

Retenção na fonte de salários médios ainda não reflete totalmente mudança no IRS

As tabelas de retenção na fonte para 2019 vão aumentar o rendimento líquido de maioria dos contribuintes, mas não refletem ainda integralmente o efeito da reorganização dos escalões do IRS e descida de taxas observado em 2018, segundo a consultora Deloitte.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.