Info

Idoso que tentou suicídio após matar duas mulheres em Alandroal em estado grave

| País
Porto Canal com Lusa

Alandroal, Évora, 11 jan (Lusa) - O idoso que matou hoje a mulher e uma cunhada, com tiros de pistola, e se tentou suicidar, em Alandroal (Évora), foi transportado em estado grave para um hospital em Lisboa, indicaram fontes policiais e do INEM.

Segundo a fonte do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), o homem, de 83 anos, foi transportado de helicóptero para o Hospital de Santa Maria.

O idoso, que matou a mulher, também de 83 anos, e uma irmã desta, de 80, com tiros de uma pistola, tentou suicidar-se de seguida, com a mesma arma de fogo, num monte perto de Terena, no concelho de Alandroal, distrito de Évora, relatou à Lusa fonte da GNR.

Os militares da guarda, segundo a fonte, foram chamados para a ocorrência por volta das "11:45" e detetaram as duas mulheres já mortas e a tentativa de suicídio do homem.

As mulheres foram "alvejadas com recurso a uma arma de fogo, uma pistola", a mesma que o alegado homicida terá utilizado para se tentar suicidar, acrescentou a fonte da GNR, referindo que a investigação está, agora, a cargo da Polícia Judiciária (PJ).

Fonte da PJ, contactada pela Lusa, confirmou tratar-se de duplo homicídio, seguido de tentativa de suicídio.

O Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora afirmou que o alerta foi dado pouco antes do meio-dia e que a ocorrência teve lugar no Monte do Espada, perto de Terena, no concelho alentejano de Alandroal.

Para o local, foram mobilizados 25 operacionais, apoiados por dez veículos, das corporações de bombeiros de Alandroal e de Redondo, da GNR, da PJ e do INEM, que enviou a ambulância de suporte imediato de vida (SIV) de Estremoz, a viatura médica de emergência e reanimação (VMER) do hospital de Évora e um helicóptero.

TCA (RRL) // MLM

Lusa/Fim

+ notícias: País

PJ recupera as 430 unidades do potente analgésico desaparecido no início do mês

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou este sábado ter recuperado as 430 embalagens do potente analgésico Fentanilo Basi, que haviam desaparecido no início do mês, mas não precisou o local, nem constituiu arguidos, prosseguindo ainda as investigações.

Rui Pinto vai ficar em prisão preventiva

O português Rui Pinto ficou em prisão preventiva, decidiu hoje o Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa, onde o colaborador do 'Football Leaks' foi presente a um juiz de instrução criminal para primeiro interrogatório judicial.

Professores preparam protesto contra descongelamento de carreiras

Os professores vão realizar, este sábado, uma manifestação em Lisboa para mostrar que não ficaram satisfeitos com o diploma promulgado que decreta a recuperação de apenas dois anos de serviço.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.