Info

Chumbadas as duas candidaturas à Turismo do Porto e Norte por "irregularidades"

| Norte
Porto Canal com Lusa

Porto, 09 jan (Lusa) -- As duas candidaturas às eleições antecipadas da Turismo do Porto e Norte de Portugal, que estão marcadas para 18 de janeiro, foram "chumbadas" devido a "assuntos jurídicos" e apoios de "câmaras municipais", confirmaram à Lusa fontes oficiais.

O candidato a presidente da Comissão Executiva da Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP) pela Lista A, Júlio Meirinhos, confirmou hoje à Lusa que a sua lista, bem como a adversária, liderada por Luís Pedro Martins, foram chumbadas por razões "jurídicas".

O candidato a presidente da Comissão Executiva da TPNP pela Lista B, Luís Pedro Martins, confirmou também à agência Lusa esta tarde que a sua lista foi chumbada e que a causa estará relacionada com as "câmaras [municipais]" que subscreveram a candidatura.

O presidente interino da TPNP, Jorge Magalhães, também confirmou hoje à Lusa que as duas listas foram chumbadas por "irregularidades" relacionadas com os estatutos do regulamento eleitoral da TPNP.

"A última informação que me deram é que as duas listas foram convocadas para reunir hoje com o presidente da Mesa da Assembleia Geral da TPNP, Eduardo Vítor Rodrigues, por haver irregularidades", acrescentou a mesma fonte da TPNP.

A 04 de janeiro, a TPNP recebeu duas listas de candidaturas para as eleições antecipadas daquela entidade, que estão marcadas para 18 de janeiro.

A Lista A é encabeçada pelo jurista José Meirinhos, ex-presidente da Câmara de Miranda do Douro, e tem o lema "Turismo em toda a região".

Joana Garrido Fernandes, advogada e ex-vereadora do Turismo da Câmara de Barcelos, é a candidata a vice-presidente da Comissão Executiva da Lista, e Joaquim Ferreira, presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis, José Gonçalves, presidente da Câmara de Peso da Régua, e Sofia Gomes, professora doutora no Instituto Superior de Administração e Gestão são os restantes membros candidatos à Comissão Executiva da TPNP.

No mesmo dia 04 de janeiro, também chegou à TPNP a lista de candidatura de Luís Pedro Martins, 50 anos, licenciado em 'design' pela Escola Superior de Artes e Design em 1995 e atual diretor executivo da Torre dos Clérigos no Porto.

José Inácio Ribeiro (PSD), ex-presidente da Câmara de Felgueiras, é o candidato ao cargo de vice-presidente da Comissão Executiva da TPNP.

Os restantes três candidatos da Lista B a membros da Comissão Executiva da TPNP são Vítor Pereira, presidente da Câmara de Paredes de Coura, Luís Machado, presidente da Câmara de Santa Marta de Penaguião, e Manuel Tibo, presidente da Câmara de Terras do Bouro.

Melchior Moreira, o antigo presidente da TPNP, foi destituído recentemente da função de presidente da Comissão Executiva da TPNP e está em prisão preventiva desde o final do ano de 2018 no âmbito da Operação Éter, uma investigação em curso da Polícia Judiciária sobre uma alegada viciação de procedimentos de contratação pública.

CCM // MSP

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

Colisão rodoviária em Lousada faz cinco feridos. Um deles grave

Uma colisão entre dois veículos ligeiros de passageiros provocou cinco feridos, um deles em estado grave, na tarde deste sábado, na freguesia de Torno, junto à Casa de Juste, em Lousada, apurou o Porto Canal junto das autoridades.

Incêndio florestal em São Pedro da Cova dominado 

O incêndio florestal que chegou a ameaçar casas no lugar do Carvalhal, em São Pedro da Cova, Gondomar, na tarde deste sábado, foi dominado apurou o Porto Canal junto das autoridades.

Atualizado 20-07-2019 16:15

Explosão de gás e incêndio obriga a retirar 28 idosos de lar na Feira

Uma explosão de gás num lar da terceira idade em Santa Maria da Feira, seguida de incêndio, obrigou este sábado à retirada dos 28 idosos que ali se encontravam, não havendo registo de feridos, apurou o Porto Canal junto das autoridades e disse o presidente da Câmara à Lusa.

Atualizado 20-07-2019 14:41

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.