Info

Criminalidade desceu em todas as regiões do país em 2018

Criminalidade desceu em todas as regiões do país em 2018
| País
Porto Canal com Lusa

A criminalidade desceu em 2018 em todas as regiões do país e os assaltos a caixas multibanco, um dos crimes que mais subiu em 2017, diminuíram 90%, disse hoje o ministro da Administração Interna.

Na comissão parlamentar de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias, Eduardo Cabrita deu conta aos deputados dos dados provisórios sobre a criminalidade de 2018, precisando que até novembro há um "aprofundamento de uma tendência de redução".

Segundo o ministro, a criminalidade geral registou uma descida de 3,4% em 2018 face ao ano anterior, enquanto a criminalidade violenta e grave, "aquela que mais afeta a perceção no geral de segurança", desceu cerca de 10%.

Eduardo Cabrita frisou que esta redução "tem como facto inovador" ocorrer "em todos os espaços do território nacional", designadamente em todas as regiões do continente, Madeira e Açores.

Em relação a um dos crimes que mais tinha subido em 2017, os assaltos a máquinas ATM, o ministro adiantou que se registou uma redução de 90% em 2018, passando das 300 ocorrências para "algumas quatro dezenas".

+ notícias: País

Liga dos Bombeiros diz que negociações vão continuar apesar da promulgação da orgânica da Proteção Civil

O presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Jaime Marta Soares, considerou esta segunda-feira que a promulgação da Lei Orgânica da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) "não põe em causa o continuar das negociações" com o Governo.

Advogados de Rui Pinto recorrem da prisão preventiva

Os advogados de Rui Pinto, colaborador do 'Football Leaks', confirmaram esta segunda-feira que vão recorrer da medida de prisão preventiva aplicada sexta-feira ao seu cliente pelo Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa.

Ministério Público acusa Rosa Grilo e António Joaquim da morte do triatleta Luís Grilo

O Ministério Público (MP) no Tribunal de Vila Franca de Xira acusou esta segunda-feira formalmente Rosa Grilo e António Joaquim do homicídio do triatleta Luís Grilo, marido da arguida, morto em julho do ano passado com uma arma de fogo.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.