Info

Temperaturas mínimas vão continuar muito baixas até ao final da semana

| País
Porto Canal com Lusa

As temperaturas mínimas vão continuar muito baixas em Portugal continental pelo menos até ao final da semana podendo chegar aos 05 graus negativos em algumas regiões do território, disse à Lusa a meteorologista Ângela Lourenço.

Até ao final da semana as temperaturas mínimas vão continuar muito baixas, com noites muito frias, mas os dias serão amenos, com máximas que podem chegar aos 18 graus Celsius, explicou a especialista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

“Do ponto de vista da nebulosidade praticamente não vai haver nuvens durante toda a semana. Vamos ter céu pouco nublado ou limpo, formação e geada em todo o território, com maior incidência nas regiões do interior, neblina ou nevoeiro, mas em áreas pouco extensas”, disse.

De acordo com Ângela Lourenço, as temperaturas mínimas vão estar com valores abaixo de zero e mesmo perto do litoral vão estar perto dos zero graus ou 01 grau.

“Nas regiões do interior, as temperaturas mínimas podem atingir -05 ou -04. No que diz respeito às máximas, os valores vão estar relativamente elevados e a rondar os 16/17 graus”, disse.

Os locais mais frios durante o dia, segundo a meteorologista, são aqueles em que o nevoeiro pode levar mais tempo a dissipar, estando previstas máximas de 09 graus.

Por causa da persistência de temperaturas mínimas baixas, o IPMA colocou 14 distritos de Portugal continental (Braga, Porto, Aveiro, Vila Real, Bragança, Guarda, Leiria, Lisboa, Santarém, Portalegre, Évora, Setúbal, Beja e Faro) até às 10:00 de quarta-feira.

“Estas mínimas são normais para a altura do ano e nem são excecionalmente baixas. (...). Estamos a falar de janeiro, do inverno. Tem a ver com a posição de um anticiclone a norte do Península Ibérica que não tem permitido as superfícies frontais, que trazem a chuva”, indicou.

Segundo Ângela Lourenço, o frio vai continuar a afetar o continente nos próximos dias, prevendo-se ainda para o final da semana uma descida da temperatura máxima.

+ notícias: País

Tecnologia 'morta' nas esquadras impede PSP e GNR de ceder à base de dados de informação policial

Milhares de computadores das esquadras da PSP e da GNR estão sem acesso à base de dados do sistema de informações. Tudo porque são antigos e não suportam a última atualização do Sistema. O Governo desmente.

GNR aumentou psicólogos e faz reavaliação psicológica ao efetivo

 A GNR aumentou o número de psicólogos e de psiquiatras ao serviço dos militares da corporação e está a realizar uma reavaliação psicológica do efetivo como medida de prevenção do suicídio.

Bastonário defende maior aposta na prevenção e cheque-dentista para menores de 6 anos

O bastonário dos médicos dentistas defende uma maior aposta na prevenção em detrimento da abordagem direcionada para o tratamento na área da saúde oral, considerando que não faz sentido o cheque dentista não abranger menores de seis anos.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.