Info

Marcelo lembra em Brasília o dia da sua posse e a preocupação de falar para todos

Marcelo lembra em Brasília o dia da sua posse e a preocupação de falar para todos
| Política
Porto Canal com Lusa

O chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, lembrou esta terça-feira em Brasília, antes de assistir à posse de Jair Bolsonaro como Presidente do Brasil, a sua própria posse e a preocupação em falar para todos.

Em declarações aos jornalistas, num hotel de Brasília, questionado sobre o que espera da cerimónia de hoje, o Presidente da República respondeu: "Expectativas, não sei. Por um lado, recordo a minha tomada de posse".

"Quando eu ia para a minha tomada de posse e estava a preparar o meu discurso, o que eu pensava era em falar para o maior número de portugueses: para aqueles que tinham votado em mim, para aqueles que não tinham votado em mim, para aqueles que se tinham abstido. Somando todos é que se tem o retrato do país", referiu.

"Mas cada país é um país, cada Presidente é um Presidente. Vamos ver o que se passa", acrescentou.

Marcelo Rebelo de Sousa disse estar a colocar-se, "tanto quanto é possível, nos sapatos do novo Presidente" do Brasil, a quem desejou "boa sorte" na tarefa de chefiar o Estado e de governar um país "que é quase um continente, que tem responsabilidades brutais".

+ notícias: Política

Governo identifica quase duas centenas de pedreiras em situação crítica

O Governo identificou em 13% das pedreiras que dependem do Estado central, ou seja, 191 casos, "situações críticas", de acordo com o primeiro levantamento exaustivo das maiores pedreiras existentes em Portugal continental, a que o Expresso teve acesso.

Assunção Cristas lamenta desinteresse de Costa por setor da saúde "em rutura"

A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, lamentou este sábado e o desinteresse do chefe do Governo pelo setor da saúde, descrevendo-o como "em rutura" devido à "austeridade escondida", numa conferência sobre o tema organizada pelo partido na sede de Lisboa.

Aprovada moção de confiança à direção de Rui Rio

O Conselho Nacional do PSD aprovou hoje a moção de confiança à Comissão Política Nacional liderada por Rui Rio, com 75 votos a favor, 50 contra e um nulo, segundo fonte oficial do PSD.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.