Info

Marcelo lembra em Brasília o dia da sua posse e a preocupação de falar para todos

Marcelo lembra em Brasília o dia da sua posse e a preocupação de falar para todos
| Política
Porto Canal com Lusa

O chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, lembrou esta terça-feira em Brasília, antes de assistir à posse de Jair Bolsonaro como Presidente do Brasil, a sua própria posse e a preocupação em falar para todos.

Em declarações aos jornalistas, num hotel de Brasília, questionado sobre o que espera da cerimónia de hoje, o Presidente da República respondeu: "Expectativas, não sei. Por um lado, recordo a minha tomada de posse".

"Quando eu ia para a minha tomada de posse e estava a preparar o meu discurso, o que eu pensava era em falar para o maior número de portugueses: para aqueles que tinham votado em mim, para aqueles que não tinham votado em mim, para aqueles que se tinham abstido. Somando todos é que se tem o retrato do país", referiu.

"Mas cada país é um país, cada Presidente é um Presidente. Vamos ver o que se passa", acrescentou.

Marcelo Rebelo de Sousa disse estar a colocar-se, "tanto quanto é possível, nos sapatos do novo Presidente" do Brasil, a quem desejou "boa sorte" na tarefa de chefiar o Estado e de governar um país "que é quase um continente, que tem responsabilidades brutais".

+ notícias: Política

CIM do Cávado diz que "há ministros menos descentralizadores" daí o processo "ser manco"

O Ministro da Administração Interna (MAI) esteve, esta terça-feira, reunido com os autarcas dos seis municípios da Comunidade Intermunicipal (CIM) do Cávado. O tema da descentralização marcou o encontro, uma vez que os municípios da região rejeitaram a transferência de competências. Ricardo Rio, presidente da CIM do Cávado, afirma que "há ministros menos descentralizadores" do que Eduardo Cabrita, daí o processo de descentralização "ser mais manco" do que a CIM gostaria.

Rui Moreira quer retirar à Área Metropolitana do Porto competências sobre STCP

O presidente da Câmara Municipal do Porto afirmou esta terça-feira que é intenção do executivo "retirar definitivamente" à Área Metropolitana do Porto as competências de monitorização que exerce sobre a Sociedade de Transportes Coletivos do Porto (STCP).

Rui Rio pede resolução dos problemas das bolsas e do alojamento no Ensino Superior

O líder do PSD defendeu esta terça-feira que "o país tem de ter um Governo que resolva o problema das bolsas e do alojamento" no Ensino Superior, considerando que um jovem não pode desistir dos estudos por falta de financiamento.

Atualizado 26-06-2019 11:05

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.