Info

Liga dos Bombeiros analisa evolução das negociações com o Governo

Liga dos Bombeiros analisa evolução das negociações com o Governo
| País
Porto Canal com Lusa

A Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) vai este sábado analisar a evolução das negociações com o Governo sobre as várias propostas na área da proteção civil, nomeadamente as alterações à lei orgânica.

Durante a reunião do conselho nacional da LBP, que se realiza em Pombal, os bombeiros vão debater as propostas enviadas pelo Ministério da Administração Interna (MAI) e decidir o que vão fazer no futuro.

Esta reunião acontece depois de os bombeiros terem suspendido, até hoje, um protesto que durou 10 dias e passava por não ser comunicada informação operacional aos comandos distritais de operações de socorro (CDOS).

O presidente da LBP, Jaime Marta Soares, escusou-se a avançar à Lusa quais as novas propostas enviadas pelo MAI, mas sublinhou a evolução favorável das negociações com a tutela.

Jaime Marta Soares afirmou que existem condições para se realizar uma “negociação calma e séria”, sustentando que cabe ao conselho nacional da LBP decidir os próximos passos.

Alterações na área da Proteção Civil propostas pelo Governo geraram uma discussão e tensão com a LBP, com esta a abandonar a estrutura da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC) e suspendido a informação operacional por parte dos bombeiros aos CDOS.

Depois de uma reunião com o ministro da Administração Interna, a 18 de dezembro, a LBP decidiu suspender o protesto e aguardar pelas novas propostas do Governo.

O Governo aprovou em 25 de outubro, a proposta de alteração à Lei Orgânica da ANPC, que vai passar a designar-se Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil.

Com esta proposta, o Governo acaba com os atuais 18 comandos distritais de operações e socorro e cria cinco comandos regionais e 23 comandos sub-regionais de emergência e proteção civil.

A proposta do executivo prevê também a criação de um Comando Nacional de Bombeiros com autonomia financeira e orçamento próprio, cujo responsável máximo será designado depois de ouvida a LBP.

A LBP classificou a proposta como “completamente desajustada da realidade do país” e considerou que vai interferir na autonomia das associações de bombeiros.

A Liga reivindicou uma direção nacional de bombeiros “autónoma independente e com orçamento próprio”, um comando autónomo de bombeiros e o cartão social do bombeiro.

+ notícias: País

Associações de doentes alertam para "realidade assustadora" de falta de medicamentos

Setenta associações de doentes enviaram uma carta ao Infarmed a alertar para a "realidade assustadora" de doentes cujo estado de saúde se tem "agravado" devido à falta de medicamentos nas farmácias e à não aprovação de fármacos inovadores.

Problemas elétricos nas novas ambulâncias do INEM resolvidos até ao final do mês

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) espera ter até final do mês resolvidos os problemas elétricos detetados em cinco das suas 20 ambulâncias novas e garante que a segurança no transporte dos doentes não está em causa.

Aveiro realiza simulacro de acidente com recurso a tecnologia 5G

As comunicações entre as entidades responsáveis pela prestação de socorro em caso de acidente são fundamentais. Como tal, as autoridades de Aveiro testaram a rede 5G num simulacro de um despiste com um encarcerado, sendo que a evolução da rede permitiu maior rapidez na atuação dos meios.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

UNITE with Tomorrowland no Porto