Info

Liga dos Bombeiros analisa evolução das negociações com o Governo

Liga dos Bombeiros analisa evolução das negociações com o Governo
| País
Porto Canal com Lusa

A Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) vai este sábado analisar a evolução das negociações com o Governo sobre as várias propostas na área da proteção civil, nomeadamente as alterações à lei orgânica.

Durante a reunião do conselho nacional da LBP, que se realiza em Pombal, os bombeiros vão debater as propostas enviadas pelo Ministério da Administração Interna (MAI) e decidir o que vão fazer no futuro.

Esta reunião acontece depois de os bombeiros terem suspendido, até hoje, um protesto que durou 10 dias e passava por não ser comunicada informação operacional aos comandos distritais de operações de socorro (CDOS).

O presidente da LBP, Jaime Marta Soares, escusou-se a avançar à Lusa quais as novas propostas enviadas pelo MAI, mas sublinhou a evolução favorável das negociações com a tutela.

Jaime Marta Soares afirmou que existem condições para se realizar uma “negociação calma e séria”, sustentando que cabe ao conselho nacional da LBP decidir os próximos passos.

Alterações na área da Proteção Civil propostas pelo Governo geraram uma discussão e tensão com a LBP, com esta a abandonar a estrutura da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC) e suspendido a informação operacional por parte dos bombeiros aos CDOS.

Depois de uma reunião com o ministro da Administração Interna, a 18 de dezembro, a LBP decidiu suspender o protesto e aguardar pelas novas propostas do Governo.

O Governo aprovou em 25 de outubro, a proposta de alteração à Lei Orgânica da ANPC, que vai passar a designar-se Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil.

Com esta proposta, o Governo acaba com os atuais 18 comandos distritais de operações e socorro e cria cinco comandos regionais e 23 comandos sub-regionais de emergência e proteção civil.

A proposta do executivo prevê também a criação de um Comando Nacional de Bombeiros com autonomia financeira e orçamento próprio, cujo responsável máximo será designado depois de ouvida a LBP.

A LBP classificou a proposta como “completamente desajustada da realidade do país” e considerou que vai interferir na autonomia das associações de bombeiros.

A Liga reivindicou uma direção nacional de bombeiros “autónoma independente e com orçamento próprio”, um comando autónomo de bombeiros e o cartão social do bombeiro.

+ notícias: País

Ministra da Saúde diz que "está feita" recuperação das greves cirúrgicas

A ministra da Saúde, Marta Temido, afirmou esta quarta-feira que "está feita" a recuperação das duas greves cirúrgicas que levou ao cancelamento de milhares de cirurgias.

Jovem de 22 anos encontrado morto numa garagem em Mangualde

Um jovem de 22 anos foi esta quarta-feira de madrugada encontrado morto debaixo de uma viatura, dentro de uma garagem, em Abrunhosa do Mato, no concelho de Mangualde, disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro.

FENPROF manifestou-se frente ao Parlamento contra a precariedade no Ensino Superior

O secretário geral da FENPROF considera inadmissível que ainda existam docentes do Ensino Superior sem saber se vão ter progressão nas carreiras. O sindicato manifestou-se em frente ao Parlamento contra a precariedade no Ensino Superior.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

1ª Bienal de Fotografia do Porto:...