Info

Reclusos causam distúrbios em prisão de Bragança

Reclusos causam distúrbios em prisão de Bragança
| Norte
Porto Canal com Lusa

Os reclusos da ala principal do Estabelecimento Prisional de Izeda, em Bragança, recusaram-se hoje a regressar às celas após o almoço e incendiaram caixotes do lixo e colchões, disse à Lusa fonte do corpo da guarda prisional.

Segundo a mesma fonte, a situação ainda não está controlada, apesar dos guardas de serviço terem tentado acalmar os ânimos entre os reclusos.

A fonte disse ainda que estão a ser chamados os guardas prisionais que estão de folga para reforçar a segurança da cadeia de Izeda.

A agência Lusa contactou a Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais e aguarda esclarecimentos sobre os incidentes.

Os incidentes ocorrem numa altura que o corpo da guarda prisional está em greve para exigir a revisão do estatuto, atualização da tabela remuneratória, criação de novas categorias, um novo subsídio de turno, alteração dos horários de trabalho e novas admissões.

+ notícias: Norte

Uma dezena de camiões danificados em incêndio na Trofa

Cerca de uma dezena de camiões ficaram danificados devido a um incêndio que ocorreu esta noite no parque de estacionamento de uma empresa na Trofa, disse fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) do Porto.

Supremo mantém penas máximas para cinco arguidos do processo 'Máfia de Braga'

O Supremo Tribunal de Justiça manteve esta quarta-feira as penas de 25 anos de prisão a cinco dos arguidos do processo 'Máfia de Braga' e reduziu de 23 para 19 anos de cadeia a pena de um sexto arguido.

Carro colhido por comboio em Barcelos causa três vítimas mortais

Um carro foi colhido por um comboio na passagem de nível de Carapeços, em Barcelos, causando três vítimas mortais, uma delas uma criança, apurou o Porto Canal com fonte dos Bombeiros Voluntários de Barcelinhos.

Atualizado 20-06-2019 11:27

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.