Info

Vítimas de explosão em Peniche internadas em hospitais de Coimbra e Lisboa

| País
Porto Canal com Lusa

Peniche, Leiria, 07 dez (Lusa) -- Os quatro homens que hoje sofreram ferimentos graves numa explosão de gás em Peniche foram transportados para os hospitais da Universidade de Coimbra e de Santa Maria, em Lisboa, informou o INEM.

As quatro vítimas da explosão numa residência de estudantes, em Peniche, sofreram "queimaduras graves" e foram transportados, "três para hospitais da Universidade de Coimbra e, a vítima mais grave, para o Hospital de Santa Maria (em Lisboa)", informou fonte do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

De acordo com a informação disponibilizada à agência Lusa, os feridos, funcionários de uma empresa que efetuavam trabalhos no edifício, têm "entre 30 e 37 anos".

Ainda de acordo com o INEM, foram avançadas "mais duas vítimas", mas trata-se de "dois trabalhadores da empresa que se encontram ilesos e a receber apoio psicológico".

Num comunicado hoje divulgado, o Instituto Politécnico de Leiria corroborou, afirmando que "não foram afetados pelo acidente quaisquer membros da comunidade estudantil ou quaisquer colaboradores" da residência.

A explosão ocorreu às 12:45 quando, segundo o vice-presidente da Câmara de Peniche (distrito de Leiria), Mark Ministro, "estavam a ser efetuados trabalhos na conduta de uma residência estudantil".

A residência, localizada na avenida Paulo VI, próximo das piscinas municipais de Peniche, "não sofreu quaisquer danos estruturais" e o acidente "não representou qualquer perigo para a comunidade estudantil", acrescentou o vereador.

No local estiveram 34 operacionais apoiados por 12 veículos, entre os quais dois helicópteros do INEM, as viaturas médicas de emergência e reanimação (VMER) dos hospitais das Caldas da Rainha e de Torres Vedras, e uma ambulância de Suporte Imediato de Vida do INEM, que enviou para o local uma equipa de psicólogos.

DYA/FYC // ROC

Lusa/fim

+ notícias: País

Governo diz que normalidade voltou aos dez hospitais onde decorria a "greve cirúrgica"

O Ministério da Saúde disse esta quarta-feira que a normalidade regressou aos dez hospitais onde decorre a "greve cirúrgica" dos enfermeiros nos blocos operatórios.

Detetada 'legionella' no edifício do IPO de Lisboa mas sem doentes infetados

A bactéria da 'legionella' foi detetada no edifício do Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa, mas "não há nenhum doente infetado" ou com suspeita de infeção, disse hoje à Lusa o presidente da instituição.

Infarmed alerta para ilegalidade de produtos para disfunção erétil

A Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed) alertou para a existência de três produtos para disfunção erétil que contêm substâncias que só podem ser utilizadas em fármacos e sem autorização de venda em Portugal.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.