Info

Governo propõe que salário base da administração pública aumente para 635 euros

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 07 dez (Lusa) -- O Governo propôs hoje aos sindicatos um aumento no nível mais baixo de remuneração da administração pública de 580 euros para 635 euros, revelou o Ministério das Finanças.

"O Governo propôs hoje uma medida que concilia a dimensão financeira, jurídica, e política: o aumento da base remuneratória da administração pública, elevando-o para o montante correspondente ao atual 4.º nível remuneratório da Tabela Remuneratória Única (TRU), ou seja, elevar a remuneração mais baixa dos atuais 580 euros para 635 euros", disse, em comunicado, o Ministério das Finanças.

Os sindicatos da função pública foram chamados hoje ao Ministério das Finanças, em Lisboa, para discutir a política de admissões no Estado, mas as estruturas disseram à Lusa que vão aproveitar para exigir respostas sobre os aumentos salariais para 2019.

Também hoje, na reunião da Concertação Social, o Governo propôs que o valor do salário mínimo nacional seja fixado nos 600 euros a partir de 01 de janeiro de 2019. O salário mínimo nacional é atualmente de 580 euros.

As confederações patronais admitiram um acordo na Concertação Social para aumentar o salário mínimo nacional, desde que seja para 600 euros em 2019, mas as centrais sindicais recusaram, exigindo um montante superior.

PE (DF) // CSJ

Lusa/Fim

+ notícias: Política

Operadores da Área Metropolitana do Porto reclamam diferencial do passe único

A Associação Nacional de Transportadores Rodoviários de Pesados de Passageiros (ANTROP) reclamou hoje uma “solução de curtíssimo prazo” para ressarcir os operadores da Área Metropolitana do Porto, que ainda não receberam “nenhum pagamento” pelo diferencial do passe único.

Rui Moreira propõe entrega da STCP à Câmara do Porto em 2024

Rui Moreira propôs ao Governo um modelo para entregar a STCP à Câmara Municipal do Porto em 2024, findo o atual contrato de gestão. O modelo foi proposto num parecer que admite a entrada de outros municípios da região na estrutura accionista da empresa. O guião de procedimentos foi pedido ao escritório de José Pedro Aguiar-Branco, com um novo modelo no qual fica também aberta a porta à participação minoritária dos municípios de Matosinhos, Gaia, Valongo, Gondomar e Maia na futura estrutura acionista de uma empresa local de transportes.

Atualizado 23-05-2019 11:53

Caso Rui Pinto: a opinião dos candidatos das Eleições Europeias

Ao longo desta campanha vários candidatos pronunciaram-se sobre o caso do denunciante Rui Pinto. Enquanto alguns consideraram que a justiça portuguesa devia colaborar com o informático tal como certos países estão a fazer, outros consideraram que este é um não assunto.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.