Info

Socialistas pressionam Governo para avançar com legalização da canábis

Socialistas pressionam Governo para avançar com legalização da canábis
| Política
Porto Canal com Lusa

A Plataforma Socialista Pela Legalização da Canábis, estrutura informal de militantes e simpatizantes do PS, apelou hoje ao Governo para que crie as condições para a legalização, investigação e desenvolvimento da indústria da canábis em Portugal.

Em comunicado, este grupo de militantes socialistas elogia a atuação da bancada socialista de apoio à iniciativa do Bloco de Esquerda para a legalização e regulação da medicina canábica em Portugal, assim como manifestam apreço pela ação desenvolvida pelo PAN (Pessoas-Animais-Natureza).

"Num mundo em acelerada mudança e mais de 70 anos depois de uma política radical de combate ao consumo e tráfico de droga, verifica-se que todas as políticas nacionais e transnacionais de combate a este flagelo falharam irremediavelmente em todos os continentes e locais", sustenta a Plataforma Socialista pela Legalização da Canábis.

Segundo este grupo de militantes e simpatizantes do PS, encabeçado por Luís Filipe Figueiredo, membro da FAUL (Federação da Área Urbana de Lisboa), vários "Estados e as estruturas de combate ao crime organizado foram capturados pelas redes e cartéis do tráfico de droga, com ligações ao mundo da política e ao capital financeiro".

"É imperativo, é urgente, é necessário, mudar o paradigma das políticas para o setor. É neste contexto que assume particular destaque a canábis, seja na sua componente medicinal, seja na recreativa", refere-se no texto.

Num apelo ao Governo socialista, os membros desta plataforma de ativistas sociais advertem que "Portugal não pode nem deve dificultar e atrasar o investimento e a investigação da canábis, protegendo o investimento internacional e dificultando as iniciativas da lavoura nacional, afastando da produção os pequenos e médios agricultores por causa de imposições legais".

"O Governo de Portugal não pode ignorar durante mais tempo a necessidade de apoiar os portugueses no desenvolvimento deste novo segmento industrial e agrícola, defendendo os produtores e consumidores nacionais, criando condições para o abastecimento de mercados nacionais e internacionais em defesa do comércio nacional e dos produtos com marca nacional", acrescenta-se.

+ notícias: Política

Operadores da Área Metropolitana do Porto reclamam diferencial do passe único

A Associação Nacional de Transportadores Rodoviários de Pesados de Passageiros (ANTROP) reclamou hoje uma “solução de curtíssimo prazo” para ressarcir os operadores da Área Metropolitana do Porto, que ainda não receberam “nenhum pagamento” pelo diferencial do passe único.

Rui Moreira propõe entrega da STCP à Câmara do Porto em 2024

Rui Moreira propôs ao Governo um modelo para entregar a STCP à Câmara Municipal do Porto em 2024, findo o atual contrato de gestão. O modelo foi proposto num parecer que admite a entrada de outros municípios da região na estrutura accionista da empresa. O guião de procedimentos foi pedido ao escritório de José Pedro Aguiar-Branco, com um novo modelo no qual fica também aberta a porta à participação minoritária dos municípios de Matosinhos, Gaia, Valongo, Gondomar e Maia na futura estrutura acionista de uma empresa local de transportes.

Atualizado 23-05-2019 11:53

Caso Rui Pinto: a opinião dos candidatos das Eleições Europeias

Ao longo desta campanha vários candidatos pronunciaram-se sobre o caso do denunciante Rui Pinto. Enquanto alguns consideraram que a justiça portuguesa devia colaborar com o informático tal como certos países estão a fazer, outros consideraram que este é um não assunto.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.