Info

Marc Ribot, Rafael Toral e coletivo Irreversible Entanglements abrem 2019 no gnration

| Norte
Porto Canal com Lusa

Braga, 07 dez (Lusa) -- O espaço gnration, em Braga, vai contar com as atuações do guitarrista norte-americano Marc Ribot, do português Rafael Toral e do coletivo Irreversible Entanglements, nos primeiros meses de 2019, anunciou hoje aquela sala.

O programa de 2019 arranca no dia 18 de janeiro com o músico Rafael Toral, que vai "revisitar" o álbum "Wave Field", de 1995, agora reeditado e remasterizado pela Drag City em vinil.

No dia 06 de fevereiro, o coletivo de free jazz Irreversible Entanglements, que junta Keir Neuringer, Camae Ayewa (também conhecida por Moor Mother) e Luke Stewart, vai apresentar-se em Braga.

Onze dias depois é a vez do projeto Marc Ribot's Ceramic Dog, que reúne o guitarrista ao baterista Ches Smith e ao músico Shahzad Ismaliy.

O primeiro trimestre de 2019 vai ainda levar ao gnration nomes como os dos artistas Lucas Paris, Eli Keszler e Ryoichi Kurokawa, enquanto o francês Maotik vai apresentar um novo trabalho na galeria INL, fruto de uma residência artística no Laboratório Ibérico de Nanotecnologia.

Também na programação do gnration, para o começo de 2019, encontra-se o bracarense Ângela Polícia, que vai atuar no dia 16 de março.

TDI // MAG

Lusa/fim

+ notícias: Norte

Associação Comercial do Porto diz que saída de Jorge Delgado não pode adiar Metro da cidade

A Associação Comercial do Porto avisou esta terça-feira que a saída de Jorge Delgado para o Governo não pode ser argumento para adiar as novas linhas do Metro do Porto, exigindo o avanço, a curto prazo, dos concursos públicos.

Exposição "I'm Your Mirror" de Joana Vasconcelos é inaugurada em Serralves

O Museu de Arte Contemporânea de Serralves recebe esta segunda-feira a inauguração da exposição "I'm Your Mirror", da artista portuguesa Joana Vasconcelos, que viaja até ao Porto depois de apresentar a mostra no Museu Guggenheim de Bilbau.

Atualizado 19-02-2019 12:19

Socorro a idoso atrasado em Lamego por falta de autorização para helicóptero do INEM aterrar

O socorro a um idoso, vítima de queimaduras, em Lamego, foi atrasado no passado sábado porque o helicóptero do INEM não tinha autorização para aterrar por já ser de noite. Os bombeiros lamentam ainda que o doente tenha sido transportado de ambulância até ao Estádio da Régua para posteriormente poder ser levado de helicóptero para um centro hospitalar.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.