Info

Vinte e seis casos de sarampo confirmados na região de Lisboa e Vale do Tejo

Vinte e seis casos de sarampo confirmados na região de Lisboa e Vale do Tejo
| País
Porto Canal com Lusa

Vinte e seis casos de sarampo foram confirmados laboratorialmente entre os dias 08 de novembro e 04 de dezembro na região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Entre os casos confirmados, 22 são adultos e quatro são crianças, de acordo com um novo balanço da DGS, no qual é recordada a existência de dois surtos distintos na região de Lisboa e Vale do Tejo.

A DGS dá conta da existência de um surto em Cascais com 19 casos confirmados, com origem num caso importado da Ucrânia.

Há ainda a registar outro surto em Oeiras com cinco casos confirmados, com origem num caso importado da República Checa.

"Neste período foram ainda confirmados dois casos isolados, sem ligação epidemiológica conhecida aos referidos surtos e que estão a ser investigados", segundo a DGS.

Na nota, a DGS adianta ainda a existência de 25 casos suspeitos com resultado negativo.

Os sintomas do sarampo levam entre 10 e 12 dias para aparecer, quando há transmissão por contacto com gotículas ou propagação no ar através da tosse ou espirros da pessoa infetada.

O período de contágio inclui os quatro dias antes e os quatro dias depois de a doença se manifestar na pele.

Febre, erupção cutânea, tosse, conjuntivite e corrimento nasal são os sintomas.

A Direção-Geral de Saúde tem disponível a linha SNS 24 (808 24 24 24) para esclarecer dúvidas, recomendando a vacinação contra "uma das doenças infeciosas mais contagiosas".

+ notícias: País

Juízes denunciam condições indignas de trabalho em vários Tribunais do país, muitos deles no Norte

As queixas sobre o mau estado de diversos Tribunais do país levaram a que os presidentes das 23 comarcas escrevessem 3500 páginas detalhando situações como buracos por onde chove, casas de banho entupidas e até pragas de piolhos. Este é o cenário retratado pelos juízes numa análise que foi feita ao longo do ano passado e agora revelada sendo que muitos desses cenários acontecem em Tribunais do Norte do país.

Associação de Farmácias alerta que há medicamentos que estão esgotados há mais de um ano

A Associação Nacional de Farmácias alerta que há medicamentos que estão esgotados há mais de um ano. A Ministra da Saúde reconhece os problemas e garante que a situação vai ser resolvida. Os medicamentos em causa são para tratamento de doenças como Parkinson, hipertensão e diabetes.

CGTP vai solicitar fiscalização da constitucionalidade de alterações à lei laboral

A CGTP manifestou esta terça-feira "veemente oposição" à decisão do Presidente da República em promulgar as alterações ao Código do Trabalho e vai pedir reuniões ao PCP, BE e Verdes para que solicitem a fiscalização sucessiva da constitucionalidade do diploma.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.