Info

Vinte e seis casos de sarampo confirmados na região de Lisboa e Vale do Tejo

Vinte e seis casos de sarampo confirmados na região de Lisboa e Vale do Tejo
| País
Porto Canal com Lusa

Vinte e seis casos de sarampo foram confirmados laboratorialmente entre os dias 08 de novembro e 04 de dezembro na região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Entre os casos confirmados, 22 são adultos e quatro são crianças, de acordo com um novo balanço da DGS, no qual é recordada a existência de dois surtos distintos na região de Lisboa e Vale do Tejo.

A DGS dá conta da existência de um surto em Cascais com 19 casos confirmados, com origem num caso importado da Ucrânia.

Há ainda a registar outro surto em Oeiras com cinco casos confirmados, com origem num caso importado da República Checa.

"Neste período foram ainda confirmados dois casos isolados, sem ligação epidemiológica conhecida aos referidos surtos e que estão a ser investigados", segundo a DGS.

Na nota, a DGS adianta ainda a existência de 25 casos suspeitos com resultado negativo.

Os sintomas do sarampo levam entre 10 e 12 dias para aparecer, quando há transmissão por contacto com gotículas ou propagação no ar através da tosse ou espirros da pessoa infetada.

O período de contágio inclui os quatro dias antes e os quatro dias depois de a doença se manifestar na pele.

Febre, erupção cutânea, tosse, conjuntivite e corrimento nasal são os sintomas.

A Direção-Geral de Saúde tem disponível a linha SNS 24 (808 24 24 24) para esclarecer dúvidas, recomendando a vacinação contra "uma das doenças infeciosas mais contagiosas".

+ notícias: País

Procuradoria-Geral da República diz que paralisação dos enfermeiros é ilegal por não corresponder ao pré-aviso

A Procuradoria-Geral da República considerou a greve dos enfermeiros ilegal por não corresponder ao pré-aviso e porque o fundo usado para compensar a perda de salário não foi constituído nem gerido pelos sindicatos que decretaram a paralisação.

Alterações climáticas vão gerar verões tempestuosos e abafados

As alterações climáticas estão a mudar a energia na atmosfera, levando a verões mais tempestuosos, mas também a longos períodos quentes e abafados, com implicações na qualidade do ar, segundo um estudo hoje divulgado.

Mais de 950 registos de violência contra profissionais de saúde só no ano passado

Mais de 950 casos de incidentes de violência contra profissionais de saúde foram registados só no ano passado, ficando 2018 como aquele em que mais episódios foram notificados, segundo dados da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.