Info

Conselho Nacional de Saúde diz que a oferta de cuidados de saúde mental dirigidos a crianças e jovens em Portugal "é muito deficiente"

Conselho Nacional de Saúde diz que a oferta de cuidados de saúde mental dirigidos a crianças e jovens em Portugal "é muito deficiente"
| Política
Porto Canal com Lusa

A oferta de cuidados de saúde mental dirigidos a crianças e jovens em Portugal "é muito deficiente", havendo poucos serviços de psiquiatria específicos e com recursos escassos, além de faltarem psicólogos nos centros de saúde.

O retrato é feito pelo Conselho Nacional de Saúde, no relatório "Gerações Mais Saudáveis", que vai ser hoje divulgado e que se centra nas políticas públicas de promoção da saúde nas crianças e jovens até aos 18 anos.

"A oferta de cuidados de saúde mental da infância e da adolescência está longe de suprir as necessidades da população e muito longe das metas traçadas no Plano Nacional de Saúde Mental", refere o relatório, a que a agência Lusa teve acesso.

O Conselho Nacional de Saúde recomenda que seja reforçada a prestação de cuidados de saúde mental na infância e adolescências, lembrando que a prevalência de perturbações emocionais e do comportamento nestas fases da vida "têm vindo a adquirir uma dimensão importante".

Estima-se que entre 10% a 20% das crianças tenham um ou mais problemas de saúde mental, sendo que apenas 25% do total são referenciadas a serviços especializados.

Apesar de recordar estes dados, o relatório do Conselho Nacional de Saúde indica que os dados epidemiológicos sobre saúde mental em crianças e jovens é "muito limitado", considerando fundamental haver investigação nesta área.

Quanto aos cuidados, nos centros de saúde o Conselho sublinha o "deficiente acesso a apoio especializado na área da psicologia", com cerca de 350 psicólogos a trabalhar nos cuidados de saúde primários no Serviço Nacional de Saúde (SNS). Também é considerada importante a inclusão de psicólogos nas equipas de saúde escolar.

Atualmente Portugal tem 21 unidades de psiquiatria da infância e adolescência em estruturas do SNS, embora com "recursos escassos". Existem ainda nove serviços locais de psiquiatria da infância e adolescência, que desenvolvem atividades de âmbito alargado. Previa-se a abertura de 13 novos serviços até 2012, mas só abriram quatro desses serviços.

+ notícias: Política

Operadores da Área Metropolitana do Porto reclamam diferencial do passe único

A Associação Nacional de Transportadores Rodoviários de Pesados de Passageiros (ANTROP) reclamou hoje uma “solução de curtíssimo prazo” para ressarcir os operadores da Área Metropolitana do Porto, que ainda não receberam “nenhum pagamento” pelo diferencial do passe único.

Rui Moreira propõe entrega da STCP à Câmara do Porto em 2024

Rui Moreira propôs ao Governo um modelo para entregar a STCP à Câmara Municipal do Porto em 2024, findo o atual contrato de gestão. O modelo foi proposto num parecer que admite a entrada de outros municípios da região na estrutura accionista da empresa. O guião de procedimentos foi pedido ao escritório de José Pedro Aguiar-Branco, com um novo modelo no qual fica também aberta a porta à participação minoritária dos municípios de Matosinhos, Gaia, Valongo, Gondomar e Maia na futura estrutura acionista de uma empresa local de transportes.

Atualizado 23-05-2019 11:53

Caso Rui Pinto: a opinião dos candidatos das Eleições Europeias

Ao longo desta campanha vários candidatos pronunciaram-se sobre o caso do denunciante Rui Pinto. Enquanto alguns consideraram que a justiça portuguesa devia colaborar com o informático tal como certos países estão a fazer, outros consideraram que este é um não assunto.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.