Info

Tribunal do Porto absolve ex-militar acusado pela posse de material de guerra

| Norte
Porto Canal com Lusa

Porto, 03 dez (Lusa) - O Tribunal de São João Novo, no Porto, ilibou hoje um antigo militar da Força Aérea que estava acusado por ter na sua posse material de guerra, mas determinou a apreensão do arsenal.

Durante buscas em casa do ex-militar, de 52 anos, as autoridades encontraram dezenas de armas, atuais e antigas. Entre esse material, que foi declarado perdido a favor do Estado, encontravam-se 18 munições de calibre nove milímetros, espingardas, um isqueiro em forma de pistola, soqueiras, armas medievais com espigões, uma adaga e facas.

O coletivo de juízes, que incluía um magistrado militar, considerou provada a posse das armas e munições, mas rejeitou que essa posse pusesse em causa a defesa nacional para poder ser considerado crime estritamente militar e, por conseguinte, punida como tráfico de material militar.

Na perspetiva do tribunal, restaria a imputação de uma detenção de armas "como qualquer outra", o que o Ministério Público não fez, determinando a absolvição.

A acusação foi extraída de um processo por ameaças agravadas e ofensas à integridade física que foi aberto no Ministério Público de Vouzela e que, segundo o advogado do arguido, ainda aguarda julgamento na Comarca de Viseu.

Os factos em causa nestes dois processos ocorreram em fins de 2017 e início de 2018.

JGJ // LIL

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

Enfermeiros do Centro Hospitalar do Médio Ave recusam-se a fazer horas extras

Os enfermeiros do Centro Hospitalar do Médio Ave estão em protesto e recusam fazer horas extras. Em causa está a posição da unidade de saúde, relativamente ao descongelamento das carreiras.

Estudante encontrado em pijama na linha de comboio em Aveiro com lesão num pé

Um universitário de 21 anos foi encontrado hoje em pijama caído junto à linha de comboios da CP, em Aveiro, com uma lesão “gravíssima” num pé, em circunstâncias que estão ainda por esclarecer, informou fonte dos Bombeiros.

Regulador da Saúde abre inquérito a contentores pediátricos do Hospital de São João

A Entidade Reguladora da Saúde (ERS) revelou esta terça-feira à Lusa que tem em curso "um processo de inquérito" aos contentores de internamento pediátrico do Hospital de São João (HSJ), no Porto.

Atualizado 22-05-2019 11:08

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.