Info

Tribunal do Porto absolve ex-militar acusado pela posse de material de guerra

| Norte
Porto Canal com Lusa

Porto, 03 dez (Lusa) - O Tribunal de São João Novo, no Porto, ilibou hoje um antigo militar da Força Aérea que estava acusado por ter na sua posse material de guerra, mas determinou a apreensão do arsenal.

Durante buscas em casa do ex-militar, de 52 anos, as autoridades encontraram dezenas de armas, atuais e antigas. Entre esse material, que foi declarado perdido a favor do Estado, encontravam-se 18 munições de calibre nove milímetros, espingardas, um isqueiro em forma de pistola, soqueiras, armas medievais com espigões, uma adaga e facas.

O coletivo de juízes, que incluía um magistrado militar, considerou provada a posse das armas e munições, mas rejeitou que essa posse pusesse em causa a defesa nacional para poder ser considerado crime estritamente militar e, por conseguinte, punida como tráfico de material militar.

Na perspetiva do tribunal, restaria a imputação de uma detenção de armas "como qualquer outra", o que o Ministério Público não fez, determinando a absolvição.

A acusação foi extraída de um processo por ameaças agravadas e ofensas à integridade física que foi aberto no Ministério Público de Vouzela e que, segundo o advogado do arguido, ainda aguarda julgamento na Comarca de Viseu.

Os factos em causa nestes dois processos ocorreram em fins de 2017 e início de 2018.

JGJ // LIL

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

Associação Comercial do Porto diz que saída de Jorge Delgado não pode adiar Metro da cidade

A Associação Comercial do Porto avisou esta terça-feira que a saída de Jorge Delgado para o Governo não pode ser argumento para adiar as novas linhas do Metro do Porto, exigindo o avanço, a curto prazo, dos concursos públicos.

Exposição "I'm Your Mirror" de Joana Vasconcelos é inaugurada em Serralves

O Museu de Arte Contemporânea de Serralves recebe esta segunda-feira a inauguração da exposição "I'm Your Mirror", da artista portuguesa Joana Vasconcelos, que viaja até ao Porto depois de apresentar a mostra no Museu Guggenheim de Bilbau.

Atualizado 19-02-2019 12:19

Socorro a idoso atrasado em Lamego por falta de autorização para helicóptero do INEM aterrar

O socorro a um idoso, vítima de queimaduras, em Lamego, foi atrasado no passado sábado porque o helicóptero do INEM não tinha autorização para aterrar por já ser de noite. Os bombeiros lamentam ainda que o doente tenha sido transportado de ambulância até ao Estádio da Régua para posteriormente poder ser levado de helicóptero para um centro hospitalar.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.