Info

Bombeiros e GNR procuram homem desaparecido em Vila Nova de Foz Côa

Bombeiros e GNR procuram homem desaparecido em Vila Nova de Foz Côa
| Norte
Porto Canal com Lusa

Os bombeiros e a GNR estão hoje a realizar buscas para localizar o corpo de um homem que alegadamente terá sido visto a boiar no rio Côa, nas proximidades de Vila Nova de Foz Côa.

Segundo fontes da proteção civil, o alerta foi dado pelas 16:13 de domingo e as buscas, que foram suspensas pelas 20:00, foram retomadas hoje às 08:00.

O comandante dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova de Foz Côa, Rafael Almeida, disse à agência Lusa que "o alerta foi dado via 112 e que o contactante informou que, alegadamente, estaria um corpo a boiar no rio Côa", junto da ponte que faz a ligação entres os concelhos de Vila Nova de Foz Côa e Figueira de Castelo Rodrigo, no distrito da Guarda.

Os bombeiros deslocaram-se ao local e a situação relatada não foi verificada, mas constataram que "havia um veículo abandonado em cima da ponte".

Contactos posteriores apuraram que o carro pertence a um homem com 52 anos, residente em Vila Nova de Foz Côa, que "foi dado como desaparecido pela família", disse Rafael Almeida.

As buscas estão a ser realizadas por 42 elementos, entre GNR, bombeiros de Foz Côa e mergulhadores, segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) da Guarda.

A Autoridade da Proteção Civil diz que estão igualmente 12 viaturas de apoio no local.

+ notícias: Norte

Sete novas ambulâncias do INEM destinadas ao Norte paradas devido a problemas elétricos

As novas ambulâncias do INEM que entraram ao serviço em abril estão a dar problemas no sistema elétrico. Das 20 viaturas que foram entregues, nove estão paradas sendo que sete dessas ambulâncias deviam operar em Ovar, Vila Nova de Gaia e Espinho, apurou o Porto Canal. 

Pais pedem esclarecimento sobre início das obras na ala pediátrica do Hospital de São João

A Associação Pediátrica Oncológica do Hospital de São João exige saber em concreto quando arrancam as obras da nova ala pediátrica. Tendo em conta que já foi oficializada a adjudicação da obra à construtora Casais Engenharia, os pais não entendem o porquê de não haver ainda uma data para o arranque dos trabalhos no terreno ao qual o hospital responde que o estaleiro vai ser montado no ínicio de outubro.

Antigo autarca de Cabeceiras de Basto condenado por peculato e falsificação

O Tribunal de Guimarães condenou esta segunda-feira a quatro anos e quatro meses de prisão, com pena suspensa, um ex-presidente da Junta de Freguesia de Pedraça, Cabeceiras de Basto, que se apropriou indevidamente de quase 32 mil euros pertença da autarquia.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.