Info

Trump vai formalizar saída tratado de livre comércio da América do Norte

Trump vai formalizar saída tratado de livre comércio da América do Norte
| Economia
Porto Canal com Lusa

O Presidente dos Estados Unidos anunciou que vai ordenar a retirada do país do Tratado de Livre Comércio da América do Norte para pressionar o Congresso a aprovar a versão renovada do acordo.

Donald Trump falava, no sábado, aos jornalistas a bordo do avião Air Force One, durante a viagem de regresso de Buenos Aires, onde participou na cimeira do G20, para Washington.

"Em breve, vou pôr fim formalmente ao NAFTA [Tratado de Livre Comércio da América do Norte]. Foi um desastre para os Estados Unidos", afirmou.

Na capital argentina, o novo acordo entre os Estados Unidos, México e Canadá foi assinado, na sexta-feira, por Trump, o Presidente cessante do México, Enrique Pena Nieto, e o primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau.

Trump explicou que com esta medida terá início um processo de retirada do NAFTA, em vigor de 1994, de seis meses, prazo para o Congresso ratificar o novo acordo de comércio que assinou com o México e o Canadá, na sexta-feira, à margem da cimeira do G20

O Congresso "terá uma escolha" entre o acordo EUA-México-Canadá ou voltar a situação "pré-NAFTA, o que também funcionou muito bem", destacou.

Donald Trump fez da renegociação do NAFTA um dos temas centrais da sua presidência.

+ notícias: Economia

Pão pode aumentar em 2019 em função de subida do salário mínimo e da matéria-prima

O preço do pão poderá subir em 2019, acompanhando o aumento do salário mínimo e do valor da matéria-prima, disse à Lusa o presidente da Associação dos Industriais da Panificação, Pastelaria e Similares do Norte.

Poder de compra em Portugal desce para 76,6% da média da União Europeia em 2017

O poder de compra em Portugal fixou-se em 76,6% da média da União Europeia em 2017, abaixo do ano anterior (77,2%), ocupando o 16º. lugar entre os países da zona euro, divulgou hoje o INE.

Pensões aumentam entre 0,78% e 1,6% em janeiro com base na inflação

As pensões vão aumentar entre 0,78% e 1,6% em janeiro de 2019, segundo cálculos feitos com base nos valores da inflação de novembro publicados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) e confirmados pelo Ministério do Trabalho.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.