Info

Maior hospital privado do país anuncia venda de 76 % capital ao grupo Trofa Saúde

| Norte
Porto Canal com Lusa

Os Hospitais Senhor de Bonfim (HSB), a maior unidade de saúde privada do país, sediada em Vila do Conde, anunciou hoje a transmissão de 76 % por cento do seu capital social ao grupo ‘Trofa Saúde'.

A comunicação dos HSB surge um dia depois de a Santa Casa da Misericórdia de Vila do Conde ter anunciado "a celebração de um contrato promessa de compra e venda para a aquisição da totalidade do capital social da unidade".

Numa curta nota informativa enviada esta tarde pelos HSB, não há referência à existência desse contrato com a Misericórdia vila-condense, falando, apenas, num acordo com o grupo de saúde nortenho.

"Manuel Agonia, fundador e presidente do conselho de administração dos Hospitais Senhor do Bonfim, em conjunto com António Vila Nova, presidente do conselho de administração do Grupo Trofa Saúde, chegaram a acordo quanto à transmissão de 76% do capital dos Hospitais Senhor do Bonfim ao Grupo Trofa Saúde", pode ler-se no comunicado.

No mesmo texto, também não é mencionado o valor da transação, nem pormenores sobre o futuro dos quase 200 trabalhadores do HSB, havendo apenas uma referência à "continuidade ao projeto".

"Os Hospitais Senhor do Bonfim passam a integrar a rede do Grupo Trofa Saúde, dando-se assim continuidade ao projeto e à visão de Manuel Agonia, pioneiro no setor privado da Saúde em Portugal, agora no seio de um grupo de capital 100% português".

Os Hospitais Senhor do Bonfim, inaugurados em 2014, surgiram num investimento do empresário da Póvoa de Varzim Manuel Agonia, que aplicou na construção do maior hospital privado do país mais de 100 milhões de euros.

Nos últimos anos, a unidade estava atravessar alguns problemas financeiros, que colocavam em risco o funcionamento do hospital e a manutenção dos postos de trabalho.

Na quarta-feira, a Santa Casa da Misericórdia de Vila do Conde tinha anunciado a celebração um contrato promessa de compra e venda para a aquisição da unidade, garantindo ter sinalizado o respetivo negócio, cuja concretização estava prevista para o próximo mês de dezembro.

A Agência Lusa tentou até ao momento, mas sem sucesso, recolher uma reação dos responsáveis da Misericórdia de Vila do Conde.

+ notícias: Norte

Incêndio destrói armazém de lenha em Santa Maria da Feira

Um incêndio destruiu este domingo ao início da tarde um armazém de lenha em Santa Maria da Feira sem causar feridos mas obrigou à retirada de um idosa acamada que estava numa casa junto ao armazém, apurou o Porto Canal no local.

Metro do Porto vai retirar bancos para aumentar capacidade das carruagens

A Metro do Porto vai voltar a retirar alguns bancos para aumentar a capacidade dos veículos. Face à afluência do número de passageiros, será reduzido o número de lugares sentados em mais de 20 composições.

Atropelamento na EN13 faz uma vítima mortal em Chafé, Viana do Castelo

Uma mulher de 59 anos morreu na noite de sábado, pelas 21:15 horas, vítima de atropelamento na Estrada Nacional (EN) 13 em Chafé, Viana do Castelo, segundo fonte da GNR local.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.