Info

Presidente da República receia que número de propostas atrase promulgação do OE 2019

Presidente da República receia que número de propostas atrase promulgação do OE 2019
| Política
Porto Canal com Lusa

O Presidente da República expressou este saábdo preocupação com o prazo de promulgação do Orçamento do Estado para 2019, afirmando recear que o número de propostas de alteração apresentadas, quase mil, leve a um atraso na redação final.

Marcelo Rebelo de Sousa assumiu esta posição no final da 26.ª Cimeira Ibero-Americana, em Antígua, na Guatemala, em resposta aos jornalistas portugueses.

Questionado se não receia que as mais de 900 propostas de alteração apresentadas pelos grupos parlamentares aumentem a pressão eleitoralista sobre o Orçamento do Estado, o chefe de Estado contrapôs: "Para ser sincero, o que eu receio é que haja um atraso na redação final".

O Presidente da República referiu que, "com menos 300 [propostas], a redação final foi complicada no ano passado e quase que chegou ao Natal" e disse esperar que desta vez "não chegue ao Natal".

"Mas depende da votação e da aceitação ou rejeição das propostas e, depois, da conciliação em termos de redação", acrescentou, realçando que, "da ótica de quem tem de promulgar, o que preocupa é o prazo de promulgação".

Marcelo Rebelo de Sousa falava tendo ao seu lado o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva.

Interrogado se já chegou a Belém o decreto do Governo sobre contagem do tempo de serviço dos professores, aprovado em Conselho de Ministros no dia 04 de outubro, o chefe de Estado respondeu: "Não. Eu não gosto de me pronunciar no estrangeiro sobre essas matérias, mas sei que estão angustiados. Portanto, não chegou".

+ notícias: Política

Operadores da Área Metropolitana do Porto reclamam diferencial do passe único

A Associação Nacional de Transportadores Rodoviários de Pesados de Passageiros (ANTROP) reclamou hoje uma “solução de curtíssimo prazo” para ressarcir os operadores da Área Metropolitana do Porto, que ainda não receberam “nenhum pagamento” pelo diferencial do passe único.

Rui Moreira propõe entrega da STCP à Câmara do Porto em 2024

Rui Moreira propôs ao Governo um modelo para entregar a STCP à Câmara Municipal do Porto em 2024, findo o atual contrato de gestão. O modelo foi proposto num parecer que admite a entrada de outros municípios da região na estrutura accionista da empresa. O guião de procedimentos foi pedido ao escritório de José Pedro Aguiar-Branco, com um novo modelo no qual fica também aberta a porta à participação minoritária dos municípios de Matosinhos, Gaia, Valongo, Gondomar e Maia na futura estrutura acionista de uma empresa local de transportes.

Atualizado 23-05-2019 11:53

Caso Rui Pinto: a opinião dos candidatos das Eleições Europeias

Ao longo desta campanha vários candidatos pronunciaram-se sobre o caso do denunciante Rui Pinto. Enquanto alguns consideraram que a justiça portuguesa devia colaborar com o informático tal como certos países estão a fazer, outros consideraram que este é um não assunto.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.