Info

Lucro da Ryanair desce 7%, em seis meses, para 1,2 mil milhões de euros

Lucro da Ryanair desce 7%, em seis meses, para 1,2 mil milhões de euros
| Economia
Porto Canal com Lusa

O lucro da Ryanair desceu 7% para 1,2 mil milhões de euros, em seis meses até 30 de setembro, informou esta segunda-feira a transportadora aérea, que registou, porém, a subida de receitas e de passageiros.

Na primeira metade do seu ano fiscal, a companhia irlandesa de baixo custo informou que as tarifas médias caíram 3% face ao excesso de capacidade na Europa, a uma Páscoa celebrada mais cedo, enquanto repetidas greves e escassez de pessoal entre os controladores aéreos provocaram cancelamentos nas tarifas mais altas, nos voos de fim de semana.

Citado num comunicado da empresa, o presidente executivo da transportadora, Michael O'Leary, referiu a diminuição nas tarifas e destacou a subida em 27% das receitas complementares (que inclui bagagens de porão, marcação de lugar a bordo, taxas de alterações das reservas e comissões de serviços de parceiros e vendas a bordo).

Essa subida "compensou o combustível mais caro e os custos com pessoal e EU261 (regulamento europeu sobre indemnizações".

+ notícias: Economia

Sinistralidade rodoviária tem impacto económico e social negativo de 1,2% do PIB

O secretário de Estado da Proteção Civil afirmou este domingo que o impacto negativo, económico e social da sinistralidade rodoviária em Portugal é de 2,3 mil milhões de euros, equivalente a 1,2% do Produto Interno Bruto (PIB) do país.

Professores com horários incompletos contestam "anarquia" nos descontos para a Segurança Social

Dezena e meia de professores contratados com horários incompletos manifestaram-se este sábado no Porto, afirmando-se “lesados” nos descontos para a Segurança Social e acusando o Governo de “ignorar a arbitrariedade e anarquia total” da sua situação contributiva.

BE quer transportes públicos gratuitos para crianças até aos 12 anos

O Bloco de Esquerda quer que todas as crianças até aos 12 anos tenham acesso gratuito aos transportes públicos e que sejam alocadas verbas do Imposto Sobre Produtos Petrolíferos para o Programa de Apoio à Redução Tarifária (PART).

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.