Info

EUA advertem perante FMI que vão lutar contra as restrições ao comércio

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Nusa Dua, Indonésia, 12 out (Lusa) - O secretário do Tesouro norte-americano, Steven Mnuchin, garantiu hoje, na assembleia anual do Fundo Monetário Internacional (FMI), que o país vai lutar contra as restrições ao comércio.

"Os Estados Unidos estão a fazer esforços para enfrentar as restrições ao comércio que impedem um crescimento mais forte e equilibrado no país e em todo o mundo", disse Mnuchin, à margem da assembleia anual do FMI e do Banco Mundial, que decorre até domingo, em Bali, na Indonésia.

Steven Mnuchin dirigia-se a Pequim, numa altura em que os dois países protagonizam um conflito comercial.

"Encorajamos outros países a examinar as suas políticas e a tomar medidas para ajudar a reequilibrar as relações comerciais globais", acrescentou o secretário.

Mais uma vez, Mnuchin insistiu que o objetivo de Washington "é conseguir um comércio mais livre, mais justo e recíproco e garantir um campo mais equilibrado para as empresas dos EUA", com "todos os parceiros, incluindo a China".

Na terça-feira, o FMI publicou as novas projeções macroeconómicas, que apontam para uma redução na expansão da economia global (3,7% em 2018 e 2019), como consequência das dúvidas provocadas pelas tensões económicas entre Washington e Pequim.

FST // EJ

Lusa/Fim

+ notícias: Mundo

Turquia detém 52 sírios suspeitos de ligação ao Estado Islâmico

A Turquia deteve esta quinta-feira 52 cidadãos sírios suspeitos de ligação ao grupo extremista Estado Islâmico numa operação na cidade de Bursa, a cerca de 100 quilómetros a sul de Istambul, noticia a agência estatal Anadolu.

Democratas e republicanos anunciam acordo provisório sobre muro exigido por Trump

Negociadores democratas e republicanos anunciaram no domingo terem alcançado um princípio de acordo sobre o muro que o Presidente dos Estados Unidos reinvindica na fronteira com o México, mas cuja verba está longe daquela reclamada por Donald Trump.

Filme "Synonymes" de Nadav Lapid venceu Urso de Ouro do Festival de Berlim

Berlim, 16 fev (Lusa) -- O filme "Synonymes", do israelita Nadav Lapid, venceu o Urso de Ouro da 69.ª edição do Festival de Cinema de Berlim, que termina no domingo, foi hoje anunciado.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.