Info

Tribunal da Madeira condenou homem que matou ex-companheira a 23 anos de prisão

| País
Porto Canal com Lusa

Funchal, Madeira, 11 out (Lusa) -- O homem que esfaqueou até à morte a ex-companheira, em abril de 2017, no Funchal, foi hoje condenado a 23 anos de prisão pelo Tribunal da Comarca da Madeira.

O arguido, preparador físico, com 44 anos, foi acusado dos crimes de homicídio qualificado, de violência doméstica da ex-companheira, que foi subdiretora da Loja do Cidadão no Funchal, e de resistência e coação sob funcionário [PSP].

O julgamento começou na Instância Central do Tribunal da Comarca da Madeira, a 24 de maio, tendo o coletivo presidido pela juíza Carla Meneses considerado que o arguido "agiu com o propósito de tirar a vida" da vítima.

AMB // MLS

Lusa/Fim

+ notícias: País

Dois agentes da autoridade detidos na operação de hoje da PSP

A PSP deteve esta quarta-feira três pessoas, dois agentes da autoridade e um civil, relacionados com o furto das armas retiradas da Direção Nacional da PSP, no ano passado, disse à Lusa o porta-voz daquela força de segurança.

Liga dos Bombeiros suspende protesto até 29 de dezembro e retoma envio de dados aos CDOS

A Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) decidiu esta quarta-feira suspender até 29 de dezembro o protesto que passava por não encaminhar a informação operacional aos comandos distritais de operações de socorro (CDOS), disse à Lusa o presidente.

Pólo criativo de multinacional 'abre portas' em Viseu

A Altice Portugal escolheu a cidade de Viseu para inaugurar o primeiro pólo da Altice Labs. Este novo pólo vai trabalhar com a sede em Aveiro e com os restantes pólos que vão ser criados pelo país.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESCUBRA MAIS