Info

Marcelo envia condolências ao rei de Espanha após mortes causadas por inundações

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 11 out (Lusa) - O Presidente da República enviou hoje uma mensagem de condolências ao rei Felipe VI de Espanha na sequência das inundações em Maiorca, que já provocaram dez vítimas mortais.

Numa nota colocada no 'site' da Presidência, Marcelo Rebelo de Sousa afirma que "expressou a sua profunda consternação e tristeza com as trágicas consequências resultantes da forte chuva que se abateu sobre a ilha de Maiorca, nomeadamente a perda de vidas humanas e os fortes prejuízos materiais".

Um casal britânico, uma holandesa de 80 anos e seis cidadãos espanhóis morreram nas inundações de terça-feira, segundo as autoridades locais espanholas. A identidade de uma outra vítima continua por confirmar.

Um total de 630 pessoas, incluindo militares, policias, bombeiros, psicólogos e outros profissionais de emergência trabalham no terreno afetado pelas inundações provocadas pelas fortes chuvas no leste de Maiorca.

Segundo as autoridades, a tempestade atingiu níveis nunca vistos naquelas ilhas, tendo-se a intempérie localizado numa estreita faixa de terra, o que levou ao transbordo de um riacho que atravessa a cidade de Sant Llorenc des Cardassar, cerca de 60 quilómetros a leste de Palma de Maiorca.

Na sua mensagem, o chefe de Estado português reitera a sua "solidariedade para com todos os espanhóis neste momento difícil".

ZO (SO/FPB) // SB

Lusa/fim

+ notícias: Política

Hospitais privados desconhecem parecer da PGR e contestam devolução de 38M à ADSE

A Associação Portuguesa de Hospitalização Privada (APHP) diz desconhecer o parecer da PGR favorável à devolução de 38 milhões ao sistema de saúde da função pública (ADSE), contestam esta posição e vão convocar com urgência uma Assembleia Geral.

Governo quer rever condições de acesso ao ensino doméstico

Uma proposta de portaria pretende apertar as regras de frequência para inscrições no ensino doméstico. O número de alunos nesta situação tem vindo a aumentar mas agora o Governo quer rever as condições de acesso.

Governo aprova projetos de expansão dos metros de Porto e Lisboa

O Conselho de Ministros aprovou hoje os projetos de expansão dos metros de Lisboa e do Porto, que em conjunto representam um investimento de 517 milhões de euros, 190 milhões dos quais comparticipados com fundos europeus, segundo o Governo.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.