Info

Vistos Gold: Investimento acumulado ultrapassou os 4.000 ME em setembro

Vistos Gold: Investimento acumulado ultrapassou os 4.000 ME em setembro
| Economia
Porto Canal com Lusa

O investimento acumulado através da atribuição de vistos 'gold' ultrapassou os 4.000 milhões de euros em setembro, mês em que o montante captado recuou 19% face a agosto, para 37 milhões de euros.

De acordo com os dados estatísticos do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), em quase seis anos -- o programa de Autorização de Residência para atividade de Investimento (ARI) lançado em outubro de 2012 --, o investimento acumulado totalizou 4.004.151.394,98 euros em setembro, com a aquisição de bens imóveis a somar 3.630.878.531,35 euros.

A concessão de vistos 'gold' pelo critério de transferência por capital totalizou 373.272.863,63 euros no final do mês passado.

Em setembro, o investimento atingiu os 37.042.550,61 euros, uma descida de 19% face aos 45.697.573 euros obtidos em agosto.

Deste montante, 3.128.103,44 euros corresponderam ao investimento captado por via da transferência de capital e 33.914.447,17 euros por via do critério da aquisição de bens imóveis.

Desde a criação deste instrumento, que visa a captação de investimento, foram atribuídos 6.562 ARI: dois em 2012, 494 em 2013, 1.526 em 2014, 766 em 2015, 1.414 em 2016, 1.351 em 2017 e 1.009 em 2018.

+ notícias: Economia

Taxa turística do Porto rendeu 10,4 milhões de euros com 5,2 milhões de dormidas em 2018

A Câmara do Porto angariou 10,4 milhões de euros em 2018 com a taxa turística que começou a ser cobrada em março e se aplicou a “mais de 5,2 milhões de dormidas”, revelou esta terça-feira o vereador da Economia.

Moody's diz que banca portuguesa deve reduzir rede de agências e tem que melhorar qualidade de ativos

Os bancos portugueses estão no bom caminho, mas devem continuar a melhorar a qualidade dos ativos e reforçar os esforços de reestruturação, nomeadamente em termos da redução da rede de agências, indicaram à Lusa especialistas da Moody's.

Economia cresceu 2,1% em 2018 e ficou abaixo da meta do Governo

O Produto Interno Bruto (PIB) português aumentou 2,1% em 2018, menos 0,7 pontos percentuais do que o observado no ano anterior e abaixo da previsão do Governo de uma expansão de 2,3%, divulgou esta quinta-feira o INE.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.