Info

Prisão preventiva para suspeito de ter matado a mãe em Ribeira de Pena

| Norte
Porto Canal com Lusa

O Tribunal de Vila Pouca de Aguiar decretou esta terça-feira a prisão preventiva para o agricultor de 38 anos suspeito de ter matado a mãe em Bragadas, no concelho de Ribeira e Pena.

Atualizado 10-10-2018 12:22

Fonte judicial disse que o arguido está indiciado pelos crimes de homicídio qualificado e profanação de cadáver.

A mulher de 67 anos foi dada como desaparecida na quinta-feira, ao final da tarde, por um familiar, e nesse mesmo dia a GNR e os bombeiros de Ribeira de Pena iniciaram buscas.

No entanto, devido a um historial de violência doméstica, a GNR suspeitou de um crime e chamou a PJ, que assumiu a investigação do caso.

Hoje, em comunicado, a Unidade Local de Investigação Criminal de Vila Real anunciou que procedeu à identificação e detenção do homem pela presumível autoria dos crimes de homicídio e profanação de cadáver.

Os factos, segundo a PJ, ocorreram na quinta-feira, cerca das 18:30, na berma da Estrada Nacional 312, em Ribeira de Pena.

A Judiciária explicou que, "na sequência de uma discussão por motivo fútil, o suspeito terá agredido sua mãe, provocando-lhe a morte".

Até ao momento não há indicações do corpo ter sido encontrado.

O detido foi presente a interrogatório judicial no Tribunal de Vila Pouca de Aguiar, que decidiu aplicar a medida de coação mais gravosa.

+ notícias: Norte

Lançada petição pública para reativação da Linha do Douro até Barca d'Alva e Espanha

Os promotores de uma petição pública em defesa da requalificação e reativação da Linha Ferroviária do Douro, lançada este sábado na Régua, querem reunir até final do ano assinaturas suficientes para levar o abaixo-assinado à discussão no parlamento.

Idosa encontrada morta no rio Fervença, em Bragança

Uma idosa de 73 anos dada como desaparecida desde sexta-feira à tarde foi encontrada morta ao início da manhã deste sábado no rio Fervença, junto à ponte do Jorge, em Bragança, disse à Lusa fonte dos bombeiros locais. 

Falta de condições pode 'tirar' helicóptero do INEM a Santa Comba Dão

A falta de condições exigidas por normas europeias, para a aviação civil, da base permanente de helicópteros de Santa Comba Dão pode retirar a certificação a esta base e com isto retirar o helicóptero do INEM da região centro.

Atualizado 15-06-2019 11:34

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.