Info

OE2019: Pagamento especial por conta termina no próximo ano - Pedro Nuno Santos

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 09 out (Lusa) - O secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares afirmou hoje que as pequenas e médias empresas terão "uma vitória" com a proposta do Governo de Orçamento do Estado para 2019, já que terminará o pagamento especial por conta.

Pedro Nuno Santos falava aos jornalistas depois de ter estado ao lado do ministro das Finanças, Mário Centeno, na Assembleia da República, numa série de reuniões com os partidos com representação parlamentar para a apresentação das linhas gerais da proposta do Governo de Orçamento do Estado para 2019.

"Este é o Orçamento que termina com o pagamento especial por conta. Essa é uma vitória das pequenas e médias empresas", declarou o membro do Governo, depois de ter recusado a ideia de que a estratégia económica do Governo minoritário socialista se baseia num dualismo entre pessoas e empresas, em prejuízo destas últimas.

"Vamos ouvindo alguns comentadores, que ainda não conhecem o Orçamento, dizer que a proposta do Governo não vai ter nada para as empresas. Essa crítica não é nova e essa separação entre portugueses e empresas não existe", começou por reagir Pedro Nuno Santos.

O secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares contrapôs depois a tese segundo a qual "a melhoria do rendimento das famílias beneficia as próprias empresas, que passam a dispor de uma procura maior para poderem vender".

PMF // JPS

Lusa/fim

+ notícias: Política

Governo prevê aplicar 22 mil milhões de euros em 70 projetos do Plano Nacional de Investimento 2030

O Plano Nacional de Investimentos 2030 apresentado pelo Governo prevê aplicar quase 22 mil milhões de euros em mais de 70 projetos, sobretudo na área da mobilidade e dos transportes. Ainda assim há várias situações no Norte do país que continuam sem solução à vista.

Autarca do Centro Histórico do Porto denuncia "caos" causado por alojamento local ilegal

O presidente da Junta da União de Freguesias do Centro Histórico do Porto denunciou esta segunda-feira que o "caos" provocado pelo alojamento local, onde novos registos estão proibidos pelo menos por seis meses, é causado pelo alojamento "paralelo".

Autarca de Barcelos retoma funções e quer ir à Câmara presidir às reuniões

O presidente da Câmara de Barcelos, Miguel Costa Gomes (PS), retoma esta segunda-feira funções e vai pedir autorização ao juiz para se poder deslocar aos Paços do Concelho para as reuniões do executivo, disse um advogado do autarca.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.