Info

Uma das três frentes do fogo em Oliveira de Azeméis foi dominada

Uma das três frentes do fogo em Oliveira de Azeméis foi dominada
| País
Porto Canal com Lusa

Uma das três frentes do incêndio que deflagra em Valmadeiros, Oliveira de Azeméis, desde quarta-feira à tarde, foi dominada, disse esta quinta-feira à Lusa o comandante dos bombeiros de Oliveira de Azeméis.

“Uma das três frentes já está dominada e em fase de rescaldo e o combate ao incêndio está a decorrer favoravelmente”, disse à Lusa a mesma fonte.

“A humidade que se tem sentido à noite”, tem ajudado os bombeiros, afirmou.

De acordo com os bombeiros de Oliveira de Azeméis o fogo está a ser combatido por cerca de 300 operacionais.

O incêndio começou em Valmadeiros, numa zona florestal, na União de Freguesias de Pinheiro da Bemposta, Travanca e Palmaz, e, pelas 19h50, estavam no local 297 bombeiros, apoiados por 92 viaturas.

O alerta para o incêndio em povoamento florestal, na localidade de Valmadeiros, no distrito de Aveiro, foi dado cerca das 14h49.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Aveiro disse à Lusa que no combate ao incêndio estão envolvidas várias corporações do distrito e foi acionado um grupo de reforço de Lisboa.

+ notícias: País

Ordem dos Enfermeiros abandona Convenção Nacional de Saúde

A Ordem dos Enfermeiros decidiu abandonar a Convenção Nacional de Saúde por considerar que o seu propósito já foi cumprido e que a hora é de agir, uma vez que a reflexão sobre o setor está feita.

Ordem dos Médicos diz que populações do Interior não têm o mesmo acesso aos cuidados de saúde

O presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM), Carlos Cortes, criticou esta segunda-feira que as pessoas do interior não tenham o mesmo acesso à saúde do que os utentes do litoral.

Infarmed manda retirar lotes de medicamento para hipertensão da Mylan e AIM Teva

A Autoridade Nacional do Medicamento determinou a retirada do mercado de vários lotes de medicamentos contendo a substância ativa valsartan, usada no tratamento da tensão arterial elevada, produzidos pelos fabricantes AIM Teva e Mylan.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.