Info

CDS desafia "partidarite" da esquerda e apela ao voto no pacote da natalidade

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 25 set (Lusa) -- O CDS-PP desafiou hoje os partidos de esquerda a porem de lado "a partidarite" e aprovarem o pacote de incentivo à natalidade, na quinta-feira, no parlamento, por ser um desígnio e uma prioridade nacionais.

"A nossa expectativa é que possa haver abertura e possam ser aprovadas e discutidas", afirmou o dirigente e deputado Miguel Anacoreta Correia numa conferência de imprensa, na sede nacional do CDS, ao lado da líder do partido, Assunção Cristas.

O CDS anunciou que parte das 23 medidas hoje apresentadas -- sete projetos de lei e dois projetos de resolução -- serão transformadas em propostas para o Orçamento do Estado de 2019, em debate no parlamento a partir de 15 de outubro.

"Sendo esta a prioridade, devem ser as políticas para a família a condicionar o exercício orçamental e não o inverso", justificou, qualificando ainda de desígnio nacional o objetivo de inverter a queda da natalidade.

O deputado democrata-cristão afirmou a expectativa de que, na Assembleia da República, "possa haver mais do que uma partidarite" que tem levado os partidos, nomeadamente da esquerda, a chumbar as propostas do CDS, como aconteceu com o anterior pacote da natalidade.

NS // JPS

Lusa/fim

+ notícias: Política

Governo prevê aplicar 22 mil milhões de euros em 70 projetos do Plano Nacional de Investimento 2030

O Plano Nacional de Investimentos 2030 apresentado pelo Governo prevê aplicar quase 22 mil milhões de euros em mais de 70 projetos, sobretudo na área da mobilidade e dos transportes. Ainda assim há várias situações no Norte do país que continuam sem solução à vista.

Autarca do Centro Histórico do Porto denuncia "caos" causado por alojamento local ilegal

O presidente da Junta da União de Freguesias do Centro Histórico do Porto denunciou esta segunda-feira que o "caos" provocado pelo alojamento local, onde novos registos estão proibidos pelo menos por seis meses, é causado pelo alojamento "paralelo".

Autarca de Barcelos retoma funções e quer ir à Câmara presidir às reuniões

O presidente da Câmara de Barcelos, Miguel Costa Gomes (PS), retoma esta segunda-feira funções e vai pedir autorização ao juiz para se poder deslocar aos Paços do Concelho para as reuniões do executivo, disse um advogado do autarca.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.