Info

Taxistas insistem que mantêm protesto até serem recebidos pelo Governo

Taxistas insistem que mantêm protesto até serem recebidos pelo Governo
| Economia
Porto Canal com Lusa

Os taxistas continuam este sábado parados, pelo quarto dia consecutivo, e determinados a manter o seu protesto até serem recebidos pelo Governo, disse hoje Florêncio Almeida, da Associação Nacional dos Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros de Passageiros (ANTRAL).

"Os táxis estão parados (em Lisboa) na avenida da Liberdade, na avenida Fontes Pereira de Melo e vão até Entrecampos. Cerca de 1.500 táxis estão parados em Lisboa, mais 800 no Porto e 350 em Faro", declarou Florência Almeida à agência Lusa, fazendo um ponto da situação no país.

Segundo o responsável da ANTRAL, a determinação dos taxistas é de continuarem paralisados "até que o Governo se digne a receber os representantes dos táxis" e "chegar a um consenso".

"Caso contrário, a nossa determinação é continuar por tempo indeterminado e, se calhar, com outras ações que se vão decidir entre hoje e amanhã (domingo)", afirmou Almeida.

"A nossa intenção é mantermos a nossa tranquilidade, o nosso civismo e demonstrar que afinal nós somos pessoas de bem e que estamos a defender os interesses (do setor) dos táxis", acrescentou Almeida.

Os taxistas protestam contra a entrada em vigor, em 01 de novembro, da lei que regula as quatro plataformas eletrónicas de transporte que operam em Portugal -- Uber, Taxify, Cabify e Chauffeur Privé.

A legislação foi promulgada pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, em 31 de julho.

+ notícias: Economia

Novas regras para alojamento local entram em vigor no domingo

O diploma que permite às câmaras municipais e às assembleias de condóminos intervirem na autorização do alojamento local entra em vigor no domingo, permitindo a fixação de “áreas de contenção” para “preservar a realidade social dos bairros e lugares”.

Vistos Gold: Investimento cai 5% em setembro para 37 milhões de euros

O investimento resultante da atribuição de vistos 'gold' caiu 5% em setembro, em termos homólogos, para 37 milhões de euros, e 19% face a agosto, de acordo com os dados estatísticos do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

Carne de porco portuguesa duplica exportações ao iniciar vendas para a China em 2019

Os suinicultores portugueses têm "praticamente fechado" um acordo com a China, que lhes permite em 2019 duplicar as exportações e começar a crescer, três anos após a maior crise, anunciou esta terça-feira a Federação Portuguesa de Associações de Suinicultura (FPAS).

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS