Info

Mulher de 23 anos morreu em despiste na A4 em Vila Real

Mulher de 23 anos morreu em despiste na A4 em Vila Real
| Norte
Porto Canal com Lusa

Uma mulher de 23 anos morreu esta quarta-feira na sequência de um despiste de um automóvel no viaduto do Corgo, na Autoestrada 4 (A4), em Vila Real, segundo fontes dos bombeiros e da GNR.

O comandante dos bombeiros da Cruz Branca, Orlando Matos, disse à agência Lusa que o a vítima é uma mulher de 23 anos que ficou encarcerada depois da viatura ligeira se ter despistado e capotado.

O comandante do Destacamento de Trânsito de Vila Real, Micael Lopes, referiu que o acidente ocorreu ao quilómetro 90, no viaduto do Corgo, na A4, no sentido Amarante-Bragança, obrigando a um corte temporário do trânsito naquele sentido.

Segundo o responsável, a A4 foi cortada naquele sentido para recolha de vestígios, investigação das causas do acidente e remoção do automóvel, ficando o Itinerário Principal 4 (IP4) como alternativa, a partir do nó de Parada de Cunhos.

O acidente ocorreu pelas 09h00 e para o local foram mobilizados 18 operacionais e seis viaturas.

+ notícias: Norte

Incêndio destrói armazém de lenha em Santa Maria da Feira

Um incêndio destruiu este domingo ao início da tarde um armazém de lenha em Santa Maria da Feira sem causar feridos mas obrigou à retirada de um idosa acamada que estava numa casa junto ao armazém, apurou o Porto Canal no local.

Metro do Porto vai retirar bancos para aumentar capacidade das carruagens

A Metro do Porto vai voltar a retirar alguns bancos para aumentar a capacidade dos veículos. Face à afluência do número de passageiros, será reduzido o número de lugares sentados em mais de 20 composições.

Atropelamento na EN13 faz uma vítima mortal em Chafé, Viana do Castelo

Uma mulher de 59 anos morreu na noite de sábado, pelas 21:15 horas, vítima de atropelamento na Estrada Nacional (EN) 13 em Chafé, Viana do Castelo, segundo fonte da GNR local.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.