Info

Portugal com segunda menor taxa de vagas de emprego no 2º trimestre

Portugal com segunda menor taxa de vagas de emprego no 2º trimestre
| Economia
Porto Canal com Lusa

A taxa de vagas de emprego no segundo trimestre fixou-se nos 2,1% na zona euro e nos 2,2% na União Europeia (UE), com Portugal a apresentar a segunda mais fraca (0,9%), segundo o Eurostat.

Na zona euro, a taxa de vagas de emprego subiu para os 2,1% entre abril e junho, face à de 1,9% registada no mesmo período de 2017, mas mantendo-se estável na comparação com o primeiro trimestre.

Na UE, os 2,2% registados entre abril e junho representam um avanço na comparação com os 2,0% de vagas de emprego no período homólogo, não variando face aos primeiros três meses do ano.

As taxas de vagas de emprego mais altas foram registadas na República Checa (5,4%), na Bélgica (3,5%), na Holanda (3,1%) e na Alemanha (2,9%), enquanto as mais baixas se observaram na Grécia (0,7%), na Bulgária, em Espanha e Portugal (0,9% cada).

Face ao segundo trimestre de 2017, a taxa de vagas de emprego aumentou em 20 Estados-membros, manteve-se estável noutros sete e recuou na Estónia.

Em Portugal, a taxa de vagas de empregos manteve-se estável nos 0,9% quer na comparação homóloga quer face ao primeiro trimestre do ano.

+ notícias: Economia

"O terminar do BPA foi talvez o primeiro passo para o desmoronamento da banca nacional"

O Banco Português do Atlântico faria este ano 100 anos de existência. Os ex trabalhadores juntaram-se para relembrar o ultimo grande baluarte de uma instituação com sede no Porto. Jorge Nuno Pinto da Costa, presidente do FC Porto, afirma que "o terminar do BPA foi talvez o primeiro passo para o desmoronamento da banca nacional".

Trabalhadores dos impostos em greve no dia 27 pela negociação das carreiras

Os trabalhadores dos impostos cumprem no dia 27 uma nova greve em protesto pela revisão das carreiras, desta vez convocada pela Associação Sindical dos Profissionais da Inspeção Tributária e Aduaneira (APIT) e cujo pré-aviso foi divulgado este sábado.

Isenção automática de IMI chegou este ano a 1,17 milhões de pessoas

A isenção de Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) que é atribuída a pessoas com rendimentos e património imobiliário de baixo valor chegou este ano a 1,17 milhões de contribuintes.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.