Info

Câmara de Santo Tirso vai ajudar empresa atingida por incêndio a retomar atividade

Câmara de Santo Tirso vai ajudar empresa atingida por incêndio a retomar atividade
| Norte
Porto Canal com Lusa

A Câmara de Santo Tirso vai ajudar a empresa Carvidet a encontrar um local para recomeçar a atividade, depois de a fábrica ter sido na quarta-feira parcialmente consumida por um incêndio, disse à Lusa fonte da autarquia.

O presidente daquela autarquia do distrito do Porto, Joaquim Couto, reuniu-se hoje com dois dos responsáveis da empresa de produtos de higiene e limpeza, a fim de encontrarem soluções para que rapidamente possam os 15 trabalhadores retomar a atividade.

Na noite de quarta-feira um incêndio consumiu a quase totalidade da fábrica de produtos de higiene e limpeza em Santo Tirso, causando ferimentos ligeiros num bombeiro.

Enquanto decorria o combate às chamas, os responsáveis pela empresa acederam a um convite do autarca para hoje tentarem encontrar soluções.

Segundo a autarquia, a "câmara comprometeu-se a rapidamente encontrar um local onde possam reiniciar a atividade", tendo ainda sido disponibilizado "apoio psicológico para os funcionários".

Na reunião de hoje, o autarca foi ainda informado de que a empresa apresentou uma candidatura ao programa Norte 2020, tendo a câmara "assumido também o compromisso" de tentar, junto das entidades competentes, "acelerar a chegada desses apoios financeiros".

Estiveram no combate às chamas nove corporações, com 31 veículos e 93 operacionais, havendo ainda a registar "ferimentos ligeiros" num bombeiro, que foi transportado para o Centro Hospitalar do Médio Ave.

+ notícias: Norte

Fogo em fábrica de plástico em Gaia dominado

O incêndio que hoje deflagrou numa fábrica de plásticos, componentes plásticos e carimbos de Vila Nova de Gaia, "está dominado e já não se propaga para fora das instalações" disse pelas 15:45 o comandante da Proteção Civil.

Casal de idosos diz-se enganado pelos Bombeiros de Aguada devido a rastreios gratuitos

Um casal de idosos diz que foi enganado por uma empresa que vende produtos ortopédicos e pelos Bombeiros Voluntários da Aguda. O casal terá recebido, em nome dos bombeiros, um convite para fazer rastreios mas quando chegou ao quartel foi incentivado a comprar um colchão de 2150 euros.

Fogo em fábrica de Gaia combatido por 46 homens e 18 viaturas

Quarenta e seis homens apoiados por 18 veículos estão esta tarde a combater um incêndio de grandes proporções numa fábrica de plásticos, componentes plásticos e carimbos de Vila Nova de Gaia, disseram à Lusa fontes da Proteção Civil.

Atualizado 17-01-2019 16:00

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.