Info

Ryanair vai cancelar 150 voos de e para a Alemanha devido a greve dos pilotos

Ryanair vai cancelar 150 voos de e para a Alemanha devido a greve dos pilotos
| Economia
Porto Canal com Lusa

A transportadora aérea Ryanair anunciou hoje que 150 de um total de 400 voos de e para a Alemanha serão cancelados na quarta-feira devido à "desnecessária greve de pilotos", lê-se em comunicado.

A companhia aérea de baixo custo referiu que o sindicato VC convocou uma "greve surpresa (com um aviso de 24 horas) e desnecessária" na Alemanha para dia 12, acrescentando o desejo em "completar a maioria do seu horário", pelo que "lamentavelmente se vê forçada a cancelar 150 de 400 voos de/para a Alemanha".

Os clientes afetados foram contactados esta manhã com opções alternativas.

O responsável de 'marketing' da Ryanair, Kenny Jacobs, citado no comunicado, condenou a decisão do VC de convocar a greve num curto espaço de tempo e quando a transportadora tinha concordado numa mediação independente, em negociar contratos legais e aumentar salários aos pilotos alemães.

O protesto alemão antecede uma greve europeia que deverá ser oficializada na quinta-feira em Bruxelas, por sindicatos italianos, portugueses, espanhóis e belgas dos trabalhadores da Ryanair.

A imprensa internacional tem referido 28 de setembro como o dia para a maior greve da história da companhia, mas fontes sindicais nacionais contactadas pela agência Lusa garantem não haver ainda data oficializada para o protesto.

A Ryanair tem estado envolvida num conflito com sindicatos a nível europeu, incluindo Portugal, onde tripulantes de cabine realizaram greves no período da Páscoa e integraram um protesto europeu no final de julho.

+ notícias: Economia

Sinistralidade rodoviária tem impacto económico e social negativo de 1,2% do PIB

O secretário de Estado da Proteção Civil afirmou este domingo que o impacto negativo, económico e social da sinistralidade rodoviária em Portugal é de 2,3 mil milhões de euros, equivalente a 1,2% do Produto Interno Bruto (PIB) do país.

Professores com horários incompletos contestam "anarquia" nos descontos para a Segurança Social

Dezena e meia de professores contratados com horários incompletos manifestaram-se este sábado no Porto, afirmando-se “lesados” nos descontos para a Segurança Social e acusando o Governo de “ignorar a arbitrariedade e anarquia total” da sua situação contributiva.

BE quer transportes públicos gratuitos para crianças até aos 12 anos

O Bloco de Esquerda quer que todas as crianças até aos 12 anos tenham acesso gratuito aos transportes públicos e que sejam alocadas verbas do Imposto Sobre Produtos Petrolíferos para o Programa de Apoio à Redução Tarifária (PART).

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.