Info

Nova regra para longas carreiras contributivas deverá abranger mil a duas mil pessoas

| Economia
Porto Canal com Lusa

O fim dos cortes nas pensões para quem começou a trabalhar aos 16 anos e reúne 46 anos de contribuições abrangerá entre 1.000 a 2.000 pessoas, com um custo estimado entre 4 a 5 milhões de euros, anunciou hoje o Governo.

Atualizado 24-08-2018 11:57

Os dados foram avançados pela secretária de Estado da Segurança Social, Cláudia Joaquim, na conferência de imprensa após o Conselho de Ministros onde foi aprovado o diploma que "reforça a valorização das muito longas carreiras contributivas".

Em causa está o fim do fator de sustentabilidade (que corta este ano 14,5% do valor das pensões antecipadas) para os trabalhadores inscritos na Caixa Geral de Aposentações (CGA) ou no regime geral da Segurança Social com e idade igual ou inferior a 16 anos e que tenham, pelo menos, 46 anos de serviço.

Em outubro do ano passado foi dado um primeiro passo, com a entrada em vigor do fim dos cortes para quem tem pelo menos 60 anos de idade e 48 anos de carreira contributiva ou que tenha começado a trabalhar com 14 anos (ou antes) e reúna 46 anos de contribuições. Esta medida abrangeu 15 mil pedidos de reforma.

+ notícias: Economia

Novas regras dos serviços de pagamentos eletrónicos entram hoje em vigor

As novas regras dos serviços de pagamento eletrónicos que entram este sábado em vigor obrigam ao reforço da segurança nos pagamentos e permitem a entrada de novos operadores que podem pôr em causa parte significativa do negócio dos bancos.

Portugal com menor aumento europeu do custo da mão-de-obra no 2.º trimestre

O custo horário da mão-de-obra aumentou 2,7% na zona euro e 3,1% na União Europeia (UE) no segundo trimestre, face ao mesmo período de 2018, tendo Portugal registado o menor avanço (0,9%), segundo o Eurostat.

Utilização de dados do cartão nas compras 'online' com "dias contados"

A utilização dos dados impressos no cartão de crédito como elemento de autenticação em compras 'online' deixará de ser aceite no curto prazo na União Europeia, após a entrada em vigor das novas regras para os pagamentos eletrónicos.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS

N'Agenda

UNITE with Tomorrowland no Porto