Info

Situação dos doentes isolados em Penafiel devido a bactéria está "dominada"

Situação dos doentes isolados em Penafiel devido a bactéria está "dominada"
| Norte
Porto Canal com Lusa

A situação dos doentes isolados no Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS) devido à bactéria multirresistente 'klebsiella pneumoniae carbapenemase' (KPC) "está completamente dominada", informou hoje aquele hospital.

Em comunicado, o CHTS, em Penafiel, distrito do Porto, esclarece que "foram rastreados todos os doentes internados, não havendo mais nenhum doente infetado".

"Os portadores da bactéria ainda internados (não infetados) irão tendo alta ao longo dos próximos dias, de acordo com as diferentes patologias que levaram ao internamento (e que não foi a bactéria em causa)", sustenta.

De acordo com o hospital, "os seis doentes infetados ainda internados terão também previsivelmente a sua situação clínica resolvida em breve".

O número de doentes isolados no Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS) devido a bactéria multirresistente aumentou na passada semana de 26 para 35, situação que aquela unidade de saúde explicou com o "rigor acrescido" no rastreio.

Na quinta-feira, o centro hospitalar referiu existirem "em isolamento 35 doentes, sendo que destes se mantém o mesmo número de infetados, sete, e os restantes são somente portadores".

"Tal como referido anteriormente, e em paralelo com o trabalho de pesquisa e de isolamento definidos para o efeito, o CHTS acrescentou nova metodologia (por biologia molecular) nas análises, que realizava regularmente, de modo a permitir maior celeridade na disponibilização dos resultados junto dos profissionais que monitorizam esta situação", acrescenta.

Segundo a administração do hospital, "é comum verificar-se a existência da bactéria em questão", sem que tal seja "motivo de grande preocupação, mas sim, vigilância e acompanhamento apropriados para o efeito".

"Na maioria dos casos, quando detetados, as pessoas apenas são portadoras e não infetadas", sendo que "na comunidade hospitalar, não existindo contacto com outro tipo de infeção, a bactéria desaparece ao fim de algum tempo, motivo pelo qual, e preventivamente, os portadores são colocados em isolamento (enfermarias específicas), tal como aconteceu no CHTS".

+ notícias: Norte

Homem agredido e sequestrado durante assalto à sua residência em Famalicão

Um homem de 27 anos foi agredido e sequestrado na última noite durante um assalto à mão armada à casa onde reside em Oliveira S. Mateus, em Famalicão, disse hoje fonte da GNR.

Estudo de investigadores do Porto conclui que cães podem ajudar a detetar doneças oncológicas

Um grupo de investigadores do Porto realizaram um estudo e concluíram que os cães ao partilharem com um humano a mesma "exposição ambiental" podem alertar para o surgimento de doenças oncológicas.

Ana Pires: a primeira cientista-astronauta portuguesa da NASA

É natural de Espinho, tem 38 anos e tornou-se na primeira cientista-astronauta portuguesa da NASA. Ana Pires quer agora prosseguir os estudos na agência espacial americana e colocar Portugal no mapa espacial.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.