Info

Dezenas de mortos em colapso de viaduto em Génova

Dezenas de mortos em colapso de viaduto em Génova
twitter
| Mundo
Porto Canal com Lusa

O colapso de um viaduto na autoestrada A10, no norte da Itália, terá provocado a morte de dezenas de pessoas, de acordo com o diretor do serviço de emergência 118 de Génova, divulgou o jornal La Repubblica.

"A dimensão é épica, dezenas de mortos estão entre aqueles que caíram do viaduto ou que ficaram presos sob os escombros. Os bombeiros e as equipas de socorro estão a retirar as vítimas", declarou Francesco Bermano, citado pelo diário italiano.

De acordo com a agência de notícias Associated Press (AP), as autoridades italianas declararam que cerca de 10 veículos estão envolvidos na queda da Ponte Morandi, na autoestrada A10, na cidade de Génova, no norte da Itália, após uma violenta e repentina tempestade.

A emissora privada Sky TG24 informou que uma secção de 200 metros da ponte desabou sobre uma zona industrial e os bombeiros disseram à AP que há preocupações com as linhas de gás.

A polícia referiu no Twitter que o colapso ocorreu durante uma violenta e súbita tempestade, enquanto os bombeiros disseram que vários veículos estavam envolvidos, indicando ainda a probabilidade de mortos.

Fotos publicadas pela agência de notícias ANSA no seu 'site' mostraram um enorme abismo entre duas secções do viaduto da autoestrada.

Um vídeo capturou o som de um homem gritando: "Oh deus, oh, deus". Outras imagens mostravam um caminhão verde que havia parado na ponte a poucos metros do buraco na ponte.

+ notícias: Mundo

Surto de sarampo nas Filipinas escala para 8.400 casos e 130 mortos

O surto de sarampo continua a agravar-se nas Filipinas, com 8.443 casos confirmados desde o início do ano e 136 mortes causadas pela doença, na maioria crianças menores de cinco anos, indicaram esta terça-feira as autoridades.

Dezasseis estados em tribunal contra emergência declarada por Trump para construir muro

Dezasseis estados norte-americanos avançaram na segunda-feira com uma ação judicial contra a administração do Presidente Donald Trump, na sequência da declaração do estado de emergência para construir um muro na fronteira mexicana.

Português detido por homicídio nos Estados Unidos vai a tribunal a 13 de março

O luso-venezuelano Javier Enrique Da Silva Rojas, detido nos Estados Unidos por furto e homicídio, vai apresentar-se num tribunal em Nova Iorque para uma audiência preliminar a 13 de março, segundo documentos a que a Lusa teve acesso este domingo.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.