Jornal Diário Jornal das 13

Vítimas mortais de acidente em Mira são menores de idade - GNR

| País
Porto Canal com Lusa

Mira, Coimbra, 12 ago (Lusa) - As duas vítimas mortais do acidente que provocou ainda 10 feridos, um em estado grave, em Mira, distrito de Coimbra, são menores de idade, disse fonte da GNR.

Fonte do comando territorial de Coimbra da GNR disse desconhecer, nesta altura, as idades dos dois mortos, afirmando apenas que "são menores", mas fonte da autarquia local disse à Lusa que se trata de um menino e de uma menina, embora sem adiantar as suas idades.

O acidente, cujo alerta foi dado às 10:20 de hoje, ocorreu na variante que liga as localidades de Mira e Praia de Mira, no litoral norte do distrito de Coimbra, envolveu três viaturas ligeiras e resultou em dois mortos e oito feridos, um em estado grave, divulgou o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS).

Já de acordo com a fonte da Câmara Municipal, os oito feridos, "todos adultos, não são de Mira" e pertencem a duas famílias das zonas Centro e Norte do país.

O acidente, de acordo com a mesma fonte, decorreu de uma colisão frontal entre duas viaturas "numa zona entre duas rotundas, com muito bom piso, uma reta com muita visibilidade".

A terceira viatura envolvida despistou-se e capotou fora da estrada.

No local, nas operações de socorro, estão 44 operacionais apoiados por 17 viaturas e um meio aéreo.

JLS // VM

Lusa/Fim

+ notícias: País

Duplicaram zonas balneares com banho desaconselhado ou proibido

O número de zonas balneares em que o banho foi desaconselhado ou proibido duplicou em relação a período homólogo de 2017, informou hoje a Associação ZERO, que alerta para a ausência de medidas de controlo em algumas praias.

Calor coloca 14 distritos em aviso amarelo a partir de sábado

Catorze distritos vão estar a partir da manhã de sábado com aviso amarelo devido ao tempo quente, de acordo com o Instituto Português do mar e da Atmosfera (IPMA).

PSP pondera avançar com protestos em setembro

Vêm aí protestos da PSP caso o Governo nada mude até ao final de setembro em relação às exigências laborais feitas. A Associação Sindical dos Profissionais da Polícia quer que termine o corte dos suplementos durante as férias e que seja rejuvenescido o efetivo. Diz o sindicato que em alguns comandos a idade média dos agentes passa dos 50 anos e que isso põe em causa a segurança.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.