Info

Ébola: Novo surto na RDCongo com 22 casos confirmados

| Mundo
Porto Canal com Lusa

Kinshasa, 12 ago (Lusa) -- O novo surto de Ébola no noroeste da República Democrática do Congo (RDC) soma já 22 casos confirmados, segundo os últimos dados divulgados pelo Ministério da Saúde do país.

A informação, que resume a situação do Ébola nas províncias de Kivu Norte e Ituri, está atualizada até 10 de agosto e indica 27 mortes por suspeita de Ébola, embora ainda não estejam confirmadas laboratorialmente.

No total, há 22 casos confirmados de contágio, 27 prováveis e outros 53 estão a ser investigados.

Este surto foi declarado a 01 de agosto, oito dias depois de o ministro da saúde, Oly Ilinga, proclamar o fim de outro na província de Equador, no noroeste do país.

As autoridades confirmaram que esta nova epidemia é da estirpe Zaire -- a mais mortal -- e que, por enquanto, não tem relação com a anterior.

O Ministério da Saúde da RDC começou na quarta-feira uma campanha de vacinação em Kivu Norte, a região mais afetada, com um tratamento experimental.

Este sábado, o diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesu, visitou a zona para avaliar a situação.

"Visitei Beni e Malinga, recentes epicentros do surto de Ébola na RDC. O conflito ativo na área é uma barreira para controlar o Ébola. Peço a todos os atores envolvidos que permitam o acesso seguro de todos os trabalhadores que dão assistência às populações afetadas e salvam vidas. O Ébola é um perigo para todos", escreveu o diretor-geral da OMS na sua conta de Twitter, após a visita.

A doença transmite-se por contacto direto com o sangue e fluidos corporais de pessoas ou animais infetados, causa hemorragias graves e alcança uma taxa de mortalidade de 90%.

RCP // MP

Lusa/fim

+ notícias: Mundo

Número de mortos contabilizados por Moçambique devido ao ciclone sobe para 417

O número de mortos contabilizados por Moçambique, devido ao ciclone Idai, subiu este sábado para 417, anunciaram hoje as autoridades.

Forças Democráticas Sírias anunciam fim do "califado" do Estado Islâmico na Síria

As Forças Democráticas Sírias anunciaram este sábado que o "califado" do grupo extremista Estado Islâmico (EI) foi totalmente eliminado, após combates em Bagouz, o último reduto 'jihadista' na Síria.

PJ de Macau desmantela rede que lucrou 35,1 ME com negócio da prostituição desde 2017

As autoridades de Macau detiveram 13 membros de um grupo suspeito de lenocínio e associação criminosa que a Polícia Judiciária (PJ) acredita ter obtido, desde 2017, 313 milhões de dólares de Hong Kong (35,1 milhões de euros).

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.