Info

Cinco feridos em acidente que obrigou ao corte do IC5 em Alijó

| Norte
Porto Canal com Lusa

Cinco pessoas ficaram esta sexta-feira feridas na sequência de uma colisão frontal no Itinerário Complementar 5 (IC5), na zona de Alijó, um acidente que levou ao corte da via e mobilizou 39 operacionais e um helicóptero, disse fonte da GNR.

Atualizado 11-08-2018 13:16

O comandante do destacamento de Trânsito da GNR de Vila Real, Micael Lopes, disse à agência Lusa que a colisão envolveu duas viaturas ligeiras e que foi necessário proceder a manobras de desencarceramento.

Da colisão resultaram cinco feridos, não se sabendo ainda com que gravidade, que vão ser transportados para o hospital.

O comandante referiu que a estrada ficou cortada ao trânsito entre os nós do Pópulo e de Alijó, e que as vias alternativas são a Autoestrada 4 (A4) e a Estrada Nacional 5 (IC5).

Para o local foram mobilizados 39 operacionais, entre bombeiros, elementos do INEM e militares da GNR, 15 viaturas e um helicóptero.

+ notícias: Norte

Pais "fartos de promessas" sobre obra da ala pediátrica do São joão

O porta-voz da Associação Pediátrica Oncológica do Hospital de São João (APOHSJ) disse esta sexta-feira estar “farto de promessas”, após uma reunião com a ministra da Saúde em que, assinalou, se deu um “passo atrás”.

Atualizado 23-02-2019 11:35

Falta de funcionários leva alunos de escola de Canelas a fazer limpezas e vigilância

A falta de funcionários na Escola Básica e Secundária de Canelas levou os alunos a ajudar a fazer limpezas e vigilância do espaço. As queixas arrastam-se há várias semanas e são comuns a muitas escolas do país, o que levou o Governo a anunciar um reforço.

Enfermeiro do Hospital de São João faz greve de fome como forma de protesto

Depois do presidente do Sindicato Democrático dos Enfermeiros de Portugal, há outro enfermeiro que esta sexta-feira vai começar uma greve de fome para exigir uma mudança de atitude do Governo. O enfermeiro do Hospital de São João, no Porto, vai ainda participar no protesto em frente à Assembleia da República, em Lisboa.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.